sábado, 28 de janeiro de 2017

ROUBO NA FAZENDA COLUBANDÊ: POR QUE A GLOBO NÃO ENTREVISTOU O SECRETÁRIO DE CULTURA CARLOS NEY?

Secretário de Cultura e Turismo, Carlos Ney, foi completamente ignorado nas matérias dos telejornais Bom Dia Rio e RJTV                  Montagem: Território Gonçalense - Fotos: Reprodução RJTV e Divulgação (secretário)

Ontem (27/01), os telejornais globais Bom Dia Rio e RJTV 1ª Edição deram destaque ao roubo do altar da Capela de Sant'Anna, que faz parte do conjunto arquitetônico da bela e histórica Fazenda Colubandê.

O que não deu para entender na matéria exibida pelo Bom Dia Rio foi o fato de a jornalista Raquel Honorato, que esteve em frente à Prefeitura, não ter entrevistado o secretário de Turismo e Cultura, Carlos Ney, sobre o assunto. Na minha opinião, a reportagem pecou feio por essa falha, faltou objetividade.

Vale destacar que não é de hoje que internautas, o blog Território Gonçalense, outros veículos da cidade e os próprios telejornais da Globo vêm denunciando o vandalismo e a depredação da Fazenda Colubandê.

Portanto, chega de lero-lero!!! Queremos saber agora é de uma ação efetiva para a Fazenda Colubandê. Para um governo que está começando agora, teria sido de extrema importância a fala do secretário Carlos Ney na reportagem sobre o futuro daquele espaço. 

Vale lembrar que o Governo do Estado concedeu autorização à Prefeitura de São Gonçalo para ocupar aquele imóvel, bem como cuidar de sua manutenção e preservação.

“Toda a área foi objeto de autorização de uso provisório ao município de São Gonçalo, publicada no DO em 08/06/2016, em atendimento à solicitação encaminhada pelo município. A autorização, ainda vigente, garante ao município direito de uso para desenvolvimento de atividades institucionais municipais e responsabilidade de guarda, conservação e manutenção do imóvel”, informa nota da Secretaria Estadual de Fazenda, publicada em matéria do jornal O Dia, neste sábado (28/01).

Eu sei que a Prefeitura não tem recursos para restaurar ou fazer a manutenção daquele espaço, mas a fazenda não pode continuar mais no estado de abandono em que se encontra.

Alguma coisa precisa ser feita imediatamente naquele local ou vão esperar que os vândalos derrubem as paredes para chamar novamente a Globo para mostrar em seus telejornais o novo ato de vandalismo contra a fazenda???

Se o Governo Nanci não tem uma solução à vista, sugiro ao prefeito que faça parcerias com empresas, indústrias, comércios e escolas privadas do bairro Colubandê, principalmente o Colégio Odete São Paio.

Creio que a família do secretário de Educação, Diego São Paio, se sensibilizará também com essa proposta de preservação da bela e histórica Fazenda Colubandê.

Assista as matérias do Bom Dia Rio e RJTV aqui e aqui.

Leia também:


O altar roubado da Capela de Sant'Anna - Montagem: Território Gonçalense - Fotos: Reprodução RJTV 

7 comentários:

  1. Muito bom, Vagner Rosa! Tem muitas cidades por ai que as empresas adotam praças públicas. O mesmo pode ser feito com a fazenda colubandê, com algumas empresas do bairro se unindo para ajudar a preservar a fazenda. Muito boa mesmo essa sua sugestão, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu!

      Não é uma ideia inédita, mas é o que eu vejo como uma solução viável no momento para que não percamos de vez a Fazenda Colubandê daqui a alguns meses. Alguém tem que sugerir alguma ideia, não é mesmo?

      Excluir
  2. Vagner, a SAL - Sociedade de Artes e Letras de S.GOnçalo - encaminhou um oficio à Secretaria de Cultura se oferecendo a colaborar na organização de uma ocupação do imóvel, contando com o apoio do poder municipal para agregar mais associações. O Ofício data de Setembro de 2013, e não tivemos resposta do Gabinete do Prefeito, para aonde foi reenviado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É lamentável todo esse descaso com a Fazenda Colubandê. Só que agora não dá mais para ignorar o problema. Ou o Governo Nanci faz alguma coisa ou daqui a pouco não teremos mais a fazenda. Só vão sobrar ruínas.

      Excluir
  3. Muito bom! Exatamente, queremos respostas. Queremos providências imediatas!

    ResponderExcluir
  4. Restaurar patrimônio que não gera lucro para os bolsos de certos governantes, não
    interessa a ninguém. Muitos políticos são movidos à dinheiro.

    ResponderExcluir
  5. Onde foi parar aquele pessoal que defendia a Fazenda Colubandê? Não precisam responder não. Já entendi, estavam usando a Fazenda com motivos eleitoreiros. É triste saber que a Fazenda está destinada a sumir do mapa.

    ResponderExcluir