segunda-feira, 21 de maio de 2018

QUE TAL TRANSFORMAR AS RUÍNAS DA PRAÇA DA BÍBLIA EM UM CORREDOR GASTRONÔMICO?

Restos da Praça da Bíblia, em Alcântara - Fotos: Vagner Rosa

Construída e inaugurada sob protesto no Governo Panisset em 2012; fechada ao público e sem qualquer tipo de manutenção durante todo o Governo Mulim (2013-2015); e completamente abandonada e destruída nos dias atuais - só restam ruínas -, a milionária Praça da Bíblia (obra custou R$ 2 milhões) virou um enorme espaço inutilizado e deprimente em pleno centro do Alcântara.

Penso que, nestes tempos de violência acentuada em nossa cidade, é preocupante aquele espaço continuar totalmente abandonado, principalmente, à noite. Que tal transformá-lo em um corredor gastronômico, com quiosques ou serviços de Food Trucks?

A meu ver, todos sairiam lucrando com o projeto:  Prefeitura, os comerciantes do espaço e o público em geral, que teria mais uma opção de lazer na região.

Além disso, com a obra de reurbanização no local, uma das vias no entorno da praça poderia ser ampliada - melhorando o trânsito no sentido Niterói.

Confira abaixo as imagens deprimentes da praça, registradas na última sexta-feira (18/05):















 Foto: Vagner Rosa

sábado, 19 de maio de 2018

LINDBERGH "DEBOCHA" DE SÃO GONÇALO, MAS OMITE QUE MARICÁ RECEBEU MAIS DE R$ 700 MILHÕES DE ROYALTIES DE PETRÓLEO EM 2017

Senador Lindbergh Farias e o prefeito de Maricá, Fabiano Horta - Foto: Reprodução LSM

Parece que Lindbergh Farias ainda não superou a vergonha que passou na semana passada em São Gonçalo, na Praça do Rodo, onde fez um discurso patético em defesa do ex-presidente Lula (condenado e preso por corrupção e lavagem de dinheiro) para meia dúzia de gatos pingados. Ver AQUI.

Em visita às obras de um novo hospital em Maricá, nesta sexta-feira (18/05), o senador petista ao elogiar o prefeito daquela cidade, Fabiano Horta (PT), pela construção da nova unidade de saúde fez uma comparação meio debochada com o município de São Gonçalo. Segundo ele, São Gonçalo teria de se espelhar em Maricá:

“Maricá se destaca. Você vê São Gonçalo completamente abandonada e aqui em Maricá você vê uma obra de um hospital como esse que vai ser inaugurado esse ano que vai atender toda a região. Eu espero que o exemplo de administração em Maricá se irradie, em especial para São Gonçalo, porque se tem uma cidade importante nesse Estado é São Gonçalo. Cidade que mora mais de um milhão de trabalhadores e está completamente abandonada. Maricá é um exemplo”, disse em entrevista ao LSM.

O senador só se esqueceu de dizer que a cidade de Maricá, que lidera o ranking dos municípios fluminenses de recebimento de royalties de petróleo, só no ano de 2017, recebeu R$ 746,782 milhões da Petrobras.  Confira no quadro abaixo:



Assim como milhares de gonçalenses, eu também sou consciente que São Gonçalo não está uma maravilha como gostaríamos que estivesse. Quem é que não sabe que a nossa cidade tem problemas? Mas daí  tentar esculachar São Gonçalo fazendo comparação com Maricá, é muita ignorância política! São realidades completamente diferentes! 

Enquanto São Gonçalo, com mais de 1 milhão de habitantes, tem uma insuficiente receita orçamentária estimada para 2018 de R$ 1.260.984.111; Maricá, com apenas 153 mil habitantes, tem mais de R$ 1 bilhão de reais para gastar este ano. 

Me admira muito um senador do Estado do Rio (que pretende se reeleger) não saber dessas diferenças. Você está muito mal assessorado, hein, Lindinho?!

E os gonçalenses já provaram para você, na semana passada, que não são idiotas. Portanto, menos deboche e mais respeito para com a nossa cidade!

Leia também:



sexta-feira, 18 de maio de 2018

OPORTUNIDADE DE EMPREGOS: 907 VAGAS COM CARTEIRA ASSINADA


O Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Renda (Setrab) e do Sistema Nacional de Empregos (Sine-RJ), informa a existência de 907 vagas de trabalho com carteira assinada em várias regiões do estado. Com exigência de formação entre o ensino fundamental incompleto e o superior completo e com Salários que podem chegar até R$ 5 mil. São para ambos os sexos. São 524 colocações para deficientes.

A Capital tem 294 vagas, sendo 90 para Motorista de Ônibus Urbano, 45 para Operador de Telemarketing, 30 para Empacotador à Mão, 25 para Atendente de Lanchonete, 18 para Motofretista, 15 para Ajudante de Motorista, entre outras.

Na Região Metropolitana são 26 possibilidades de emprego com 12 para Motorista Entregador, entre outras. Na Região Serrana são 44 vagas, sendo 17 para Costureira em geral. No Sul Fluminense são 11 chances. Na Região da Baixada Litorânea são oito (8) oportunidades.

Entre as vagas para deficientes estão 130 para Atendente de Lanchonete, 115 para Empacotador, 107 para Repositor, 30 para Operador de Caixa, 28 para Auxiliar de Limpeza, 27 para Ajudante de Cozinha, 17 para Deposista, e 13 para Operador de Vendas, entre outras.

É importante salientar que as unidades do Sistema Nacional de Empregos (Sine-RJ) não recebem currículos e que a inscrição para se candidatar às vagas coletadas pela secretaria têm que ser cadastradas nos postos Sine/Setrab ou no site maisemprego.mte.gov.br. A secretaria também mantém em seu site o PDF com a distribuição de chances existentes por região e função.

Ao se dirigir a uma unidade Sine/Setrab para se candidatar a uma vaga, o trabalhador deve verificar se o perfil que tem cadastrado no sistema é compatível com a oportunidade existente. Caso tenha interesse em ocupar alguma outra função que não esteja registrada em sua ficha, peça ao atendente a orientação de como poderá concorrer a outras chances que se encontrem à disposição.

domingo, 13 de maio de 2018

MÃE DE CLAUDIA LEITTE FALA SOBRE NASCIMENTO DA CANTORA EM SÃO GONÇALO

D. Ilna e sua filha Claudia Leitte no Programa do Porchat - Foto: Reprodução do programa

Claudia Leitte e sua divertidíssima mãe participaram na última quinta-feira (10/05) da edição especial do 'Programa do Porchat', em homenagem ao Dia das Mães, na Record TV.

No programa, D. Ilna Leitte relatou de uma forma muito engraçada os momentos que antecederam o nascimento da filha em São Gonçalo. Assista AQUI a partir do tempo 18:02.

Apesar de Claudia Leitte ter somente nascido em São Gonçalo e cinco dias após ter ido embora para Salvador (Bahia), onde foi criada; nós, gonçalenses, temos muito carinho por ela por causa da forma sempre carinhosa como a cantora se refere à nossa cidade. 

Em quase todas as suas entrevistas, Claudinha faz questão de dizer que nasceu em São Gonçalo. Na música "Magalenha", ela canta “Africana da Alemanha, nega loira do Pelô, nasci em São Gonçalo, a Bahia me criou, meu nome é Claudia Leitte!”. Confira no vídeo abaixo:



E o Território Gonçalense aproveita a ocasião para desejar Feliz Dia das Mães a todas as mamães gonçalenses e as brasileiras em geral!!!

sexta-feira, 11 de maio de 2018

GONÇALENSES IGNORAM LINDBERGH FARIAS E O PATÉTICO MOVIMENTO "LULA LIVRE"

Lindbergh Farias na Praça Luiz Palmier - Rodo de São Gonçalo (Foto: Reprodução vídeo do senador)

Assim como tem acontecido em sua pré-campanha de reeleição pelas ruas da Baixada Fluminense, em que ele fala praticamente sozinho para meia dúzia de militantes, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) também foi ignorado pela enorme população gonçalense no final da tarde desta sexta-feira (11/05), na Praça Luiz Palmier - também conhecida como Praça do Rodo -, no Centro de São Gonçalo.

Nas fotos mais abaixo, além de alguns militantes petistas, é possível constatar o pequeníssimo público que parou para ouvir o patético discurso de Lindinho em defesa do ex-presidente Lula, condenado a 12 anos e 1 mês por corrupção e lavagem de dinheiro, e preso em Curitiba desde o mês passado. 

Para uma cidade que tem mais de 1 milhão e 200 mil habitantes, foi constrangedor ver a retumbante indiferença do povo gonçalense para com o senador e Lula.

Vale ressaltar que não foi por falta de aviso. Eu já o havia alertado de que o gonçalense não é idiota (ver aqui).

E por falar em pré-campanha de reeleição de Lindbergh Farias, uma pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas, divulgada ontem (10/05), mostrou que o senador está em quinto lugar na disputa para o Senado. O deputado Flávio Bolsonaro (PSL) e o vereador Cesar Maia (DEM) estão liderando a pesquisa. Em seguida, vem Marta Rocha (PDT) e Chico Alencar (PSOL). Confira os percentuais de cada um AQUI.

Abaixo, as fotos do fracassado ato "Lula Livre" em São Gonçalo:










Assista também um dos vídeos que está circulando nas redes sociais, em que mostra o senador e o seu patético discurso "Lula Livre" sendo solenemente ignorados pela população da Baixada Fluminense.




933 VAGAS DE TRABALHO COM CARTEIRA ASSINADA EM TODO O ESTADO


O Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Renda (Setrab) e do Sistema Nacional de Empregos (Sine-RJ), informa a existência de 933 vagas de trabalho com carteira assinada em várias regiões do estado. Com exigência de formação entre o ensino fundamental incompleto e o superior completo e com Salários que podem chegar até R$ 5 mil. São para ambos os sexos. São 493 colocações para deficientes.

A Capital tem 368 vagas, sendo 67 para Empacotador à Mão, 40 para vendedor Pracista, 40 para Operador de Tele Atendimento Ativo, 40 para Motorista de Ônibus Urbano, 35 para Pedreiro, 30 para Gerente Comercial, 20 para Ajudante Cabista e 16 para mecânico de refrigeração, entre outros.

Na Região Metropolitana são 17 possibilidades de emprego com dez (10) para Vendedor de Plano de Saúde, entre outras. Na Região Serrana são 43 vagas, sendo 19 para Costureira em geral. No Sul Fluminense são 12 chances.

Entre as oportunidades para deficientes estão 160 para Atendente de Lanchonete, 115 para Empacotador, 106 para Repositor, 30 para Operador de Caixa, 18 para Auxiliar de Limpeza, 17 para Deposista, 17 para Ajudante de Cozinha e 13 para Operador de Vendas, entre outras.

É importante salientar que as unidades do Sistema Nacional de Empregos (Sine-RJ) não recebem currículos e que a inscrição para se candidatar às vagas coletadas pela secretaria têm que ser cadastradas nos postos Sine/Setrab ou no site maisemprego.mte.gov.br. A secretaria também mantém em seu site o PDF com a distribuição de chances existentes por região e função.

Ao se dirigir a uma unidade Sine/Setrab para se candidatar a uma vaga, o trabalhador deve verificar se o perfil que tem cadastrado no sistema é compatível com a oportunidade existente. Caso tenha interesse em ocupar alguma outra função que não esteja registrada em sua ficha, peça ao atendente a orientação de como poderá concorrer a outras chances que se encontrem à disposição.

terça-feira, 8 de maio de 2018

SÃO GONÇALO NÃO ESTÁ ENTRE AS 30 CIDADES MAIS VIOLENTAS DO BRASIL E DAS 50 DO MUNDO

Vista aérea do Centro de São Gonçalo - Foto: Divulgação

Que a violência está presente em São Gonçalo e aumentou em relação aos anos anteriores, quanto a isso não resta a menor dúvida. No entanto, felizmente, a cidade não está entre as 30 mais violentas do Brasil e tampouco entre as 50 mais violentas do mundo.

Esse fato corrobora com o meu o pensamento de que São Gonçalo não é esse diabo todo que alguns pintam por aí. Saiba mais sobre esse assunto aqui.

E confira abaixo o ranking das 30 cidades mais violentas do Brasil (levantamento do Ipea divulgado em junho do ano passado) e o ranking das 50 cidades mais violentas do mundo (levantamento feito pela organização de sociedade civil mexicana Segurança, Justiça e Paz, divulgado em fevereiro deste ano).

As 30 cidades mais violentas do Brasil (taxas de homicídios por 100 mil habitantes):

Posição Estado Cidade Taxa

1 PA Altamira 107
2 BA Lauro de Freitas 97,7
3 SE Nossa Senhora do Socorro 96,4
4 MA São José de Ribamar 96,4
5 BA Simões Filho 92,3
6 CE Maracanaú 89,4
7 BA Teixeira de Freitas 88,1
8 PR Piraquara 87,1
9 BA Porto Seguro 86
10 PE Cabo de Santo Agostinho 85,3
11 PA Marabá 82,4
12 RS Alvorada 80,4
13 CE Fortaleza 78,1
14 BA Barreiras 78
15 BA Camaçari 77,7
16 PA Marituba 76,5
17 PR Almirante Tamandaré 76,2
18 BA Alagoinhas 75,7
19 BA Eunápolis 75,1
20 GO Novo Gama 75
21 GO Luziânia 74,7
22 PB Santa Rita 74,1
23 MA São Luís 73,9
24 GO Senador Canedo 73,7
25 PA Ananindeua 70,2
26 GO Trindade 69,8
27 CE Caucaia 69,8
28 PE Igarassu 69,4
29 ES Serra 69,2
30 BA Feira de Santana 68,5

domingo, 6 de maio de 2018

SÃO GONÇALO NÃO É ESSE DIABO TODO QUE ALGUNS PINTAM POR AÍ

Parte do Centro de São Gonçalo e Corcovado ao fundo - Foto: Vitor Savino Campos

Na última quarta-feira (2/5), o Território Gonçalense publicou um post sobre uma declaração não muito feliz do jogador Vinicius Júnior sobre São Gonçalo, cidade onde ele foi criado: 

"Tirar minha família de São Gonçalo é uma das melhores decisões que eu tomei na minha vida. Eu vivi lá por 13 anos e sei como é difícil. Vi muitos tiroteios porque eu morava perto de uma favela, temia pelo meu irmão, pelo que poderia acontecer com ele", afirmou o jovem jogador do Flamengo vendido para o Real Madrid, em entrevista ao jornal britânico The Guardian.

No post, eu comentei que muitos gonçalenses não havia gostado dessa declaração. Acharam que o rapaz foi arrogante, que ele estaria menosprezando São Gonçalo (ver aqui). 

Pois bem. Após a publicação desse post do Território Gonçalense, a polêmica ganhou outro contorno nas redes sociais. Um grande número de pessoas saiu em defesa do jogador e passou a atacar impiedosamente São Gonçalo. Trataram a cidade como se fosse a pior do mundo.

Não tiro a razão de alguns críticos. Se não fosse a má gestão de alguns políticos, realmente, São Gonçalo hoje poderia estar numa situação bem melhor, bem mais desenvolvida em relação à infraestrutura e uma economia mais pujante

Entretanto, é fato que São Gonçalo não é esse diabo todo que alguns, exageradamente, pintam por aí. Apesar dos problemas, a cidade tem muitos pontos favoráveis. 

Além de estar próximo da capital do Estado, o município de São Gonçalo é moderno e muito bem servido de serviços, comércios, bancos e transporte. Com certeza, há muita gente que gostaria de morar numa cidade como a nossa!

Vale ainda ressaltar que, apesar também da violência - problema presente em todas as grandes cidades brasileiras -, São Gonçalo é uma cidade tranquila, de gente muito boa.

De fato, nos entristece ver que a nossa cidade não é tão valorizada pelos políticos locais como ela deveria ser.  Todavia, cabe os eleitores gonçalenses também fazerem a sua parte, ou seja, votar com mais consciência nas próximas eleições.

E que, nas eleições deste ano, saibamos votar em bons nomes para representar a cidade na Alerj e na Câmara Federal. 

O futuro de São Gonçalo está nas mãos de seus eleitores.

quarta-feira, 2 de maio de 2018

APESAR DE COMPREENSÍVEL, DECLARAÇÃO DE VINICIUS JR REFORÇA O PRECONCEITO CONTRA SÃO GONÇALO

Vinicius Júnior e a rua onde o jogador foi criado no bairro Porto do Rosa - Fotos: Divulgação e Marcelo Theobald / Extra

Além de falar sobre o medo de terrorismo na Europa, caso de racismo no futebol e a esperança de jogar a Copa do Mundo, o talentoso jogador Vinicius Júnior - promessa do Flamengo vendida para o Real Madrid -, em entrevista ao jornal britânico The Guardian, também demonstrou felicidade ao comentar sobre a saída da família de São Gonçalo, cidade onde foi criado.

"Tirar minha família de São Gonçalo é uma das melhores decisões que eu tomei na minha vida. Eu vivi lá por 13 anos e sei como é difícil. Vi muitos tiroteios porque eu morava perto de uma favela, temia pelo meu irmão, pelo que poderia acontecer com ele", pontuou o jovem de 17 anos.

Muitos gonçalenses não gostaram dessa declaração do jogador. Acharam que o rapaz foi arrogante, que está menosprezando São Gonçalo.

A meu ver, o Vinicius não demonstrou nenhuma arrogância. Só se expressou um pouco mal ao afirmar "uma das melhores decisões que tomei na minha vida". De fato, essa parte dá margem para uma interpretação comportamental não muito bem-vista. Entretanto, seu pensamento é compreensível quando fala da violência do local onde morava sua família. 

Para quem não sabe, o jogador foi criado numa parte violenta do bairro Porto do Rosa. Portanto, quem é que não quer proteger a família, não é mesmo? Ainda mais no caso dele, que  agora está rico e pode oferecer um futuro melhor para o irmão.

Todavia, apesar de compreensível, para mim, sua declaração foi meio infeliz porque reforça ainda mais o preconceito que muitos têm contra a cidade. Como se não bastasse, quase todos os dias, São Gonçalo ser retratada de forma negativa pela imprensa nacional, agora, por meio de um filho ilustre da cidade, ser também mal retratada por um jornal europeu. 

Mas não vou crucificar o jogador, não. Penso que, daqui para a frente, ele deverá ser mais elegante ao se referir à nossa querida cidade que, apesar de todos os problemas, tem uma gente muito boa. 

sexta-feira, 27 de abril de 2018

CASA EM CIMA DE ÁRVORE CHAMA A ATENÇÃO EM SÃO GONÇALO

Casa construída com madeira reciclada é vista por quem passa pela Rodovia Niterói-Manilha - Foto: Roberto Moreyra / Agência O Globo

Construída no alto de uma mangueira, a seis metros de altura do chão, a casa de Raimundo Mota, de 66 anos, chama a atenção de quem passa pela Rodovia Niterói-Manilha (BR-101), perto da garagem de ônibus da empresa Rio Ita. Virou uma atração de São Gonçalo.

Em matéria publicada pelo jornal O Globo nesta sexta-feira (27/04), Mota conta que a ideia de construir uma casinha de madeira surgiu após anos trabalhando como caseiro de Itacoatiara, na Região Oceânica de Niterói. Ele via casas feitas desse material e, então, reuniu vários pedaços de madeira, muitos de móveis abandonados perto de sua residência, e começou a dar forma à casa.

O imóvel de apenas um cômodo abriga uma cama de solteiro, um aparelho de som e alguns livros. No som, gosta de ouvir “um pouco de tudo”, mas confessa ser amante do forró, ritmo vindo de sua terra natal, o Ceará, onde ouviu música pela primeira vez aos 15 anos, no rádio. Os livros, todos de conteúdo religioso, o ajudam a manter o equilíbrio, diz ele, que só aprendeu a ler e escrever aos 50 anos, quando uma colega de trabalho, em Itacoatiara, o convidou para ir à escola.

— Não tenho religião, mas acredito em Jesus Cristo. Quando vem um pensamento ruim, esses livros me ajudam a ficar em equilíbrio — afirma ele, que decorou a sua casa com uma série de plantas que, popularmente, são conhecidas por oferecer proteção às residências, como a arruda e a espada de São Jorge.

Agora, o que mais chama a atenção nesta história toda é que o Sr. Raimundo construiu a casa sozinho, sem ajuda de ninguém. E com uma ferida grande no pé esquerdo em decorrência da diabetes.

Esse é um belo exemplo de perseverança e obstinação. Nada impediu a realização do sonho dele de ter uma casa de madeira no alto de uma árvore. Parabéns, Sr. Raimundo!

Clique AQUI para saber mais sobre essa interessante história.

Foto: Roberto Moreyra / Agência O Globo

Ferida no pé não impediu o Sr. Raimundo de construir sua casa no alto de uma árvore - Foto: Roberto Moreyra / Agência O Globo