sexta-feira, 19 de outubro de 2018

ANIVERSÁRIO DO GUANABARA REÚNE MULTIDÃO NA FILIAL DE SÃO GONÇALO

Supermercado Guanabara - Avenida Jornalista Roberto Marinho, Colubandê ( Foto: Vagner Rosa)

Tradicionalmente, como acontece todos os anos, o aniversário da rede de supermercados Guanabara atrai multidões as suas filiais no Grande Rio. Nesta sexta-feira (18/10), desde cedo, a filial de São Gonçalo, localizada na Avenida Jornalista Roberto Marinho, no Colubandê, tem recebido milhares de consumidores atrás das promoções especiais de aniversário do hipermercado. Confira nas imagens abaixo:

































Fotos: Vagner Rosa 

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

PARTAGE SHOPPING SÃO GONÇALO RECEBE PRIMEIRA LOJA DE ATENDIMENTO A MOTORISTAS DA UBER DENTRO DE UM SHOPPING NO BRASIL


O Partage Shopping São Gonçalo acaba de inaugurar a primeira loja de atendimento a motoristas parceiros da Uber dentro de um shopping no Brasil. No espaço, parceiros que dirigem pela plataforma poderão tirar dúvidas sobre cadastro, uso do aplicativo, entre outros assuntos. Os interessados em exercer essa atividade também poderão realizar o cadastro da documentação no local. A loja funciona de segunda a quinta, das 8h às 17h30 e às sextas, das 8h às 16h30, no piso G3.

“A operação, além de ser inédita em shoppings do país, promete oferecer mais comodidade e conforto aos motoristas parceiros que dirigem com a Uber, e reforça nosso plano de diversificar cada vez mais o mix de lojas e serviços do empreendimento”, conta Julio Macedo, diretor de Gestão e Marketing da Partage Shopping. 

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

LAMENTÁVEL!!! COM 678.759 ELEITORES, SÃO GONÇALO NÃO ELEGEU NENHUM DEPUTADO DA CIDADE PARA ALERJ E CÂMARA FEDERAL

Prédios da Alerj (Rio de Janeiro) e Câmara Federal (Brasília) - Fotos: Divulgação

Com uma população estimada em 1.077.687 habitantes, e segundo maior colégio eleitoral do estado com 678.579 eleitores, São Gonçalo não elegeu nenhum deputado estadual ou federal da cidade, ou seja, com domicílio eleitoral no município. Lamentável esse resultado!

Confira abaixo a votação dos candidatos gonçalenses (vereadores, ex-secretários e políticos tradicionais da cidade) que não conseguiram se eleger para Alerj e Câmara Federal:

Candidatos a deputado estadual (Alerj):

Capitão Nelson (AVANTE) - 24.204
Prof. Josemar (PSOL) - 19.001
Jalmir Júnior (PRTB) - 18.707
Rodrigo Miranda/Tiquinho (PPS) - 14.628
Graça Matos (MDB) - 12.173
Rafael do Gordo (DC) - 11.106
Gilson do Cefen (PRP) - 10.092
Maciel (PMN) - 10.033
Marlos Costa (PSB) - 8.348
Jorge Mariola (PHS) - 7.138
Sandro Almeida (PHS) - 5.705
Ricardo Peon (PPS) - 4.781
Lucas Muniz (PMN) - 3.986

Candidatos a deputado federal (Câmara Federal):

Dejorge Patricio (PRB) - 44.069
Ricardo Pericar (PSL) - 30.661
Diney Marins (PPS) - 19.162
Dimas Gadelha (DEM) - 16.068
Lecinho (MDB) - 14.293

Candidatos sem domicílio eleitoral na cidade, mas com base eleitoral em São Gonçalo que não conseguiram se eleger:

Para deputado estadual:

Adolfo Konder (DEM) - 12.547
Dilson Drumond (PRP) - 5.862

Para deputado federal:

Roberto Sales (DEM) - 14.293

Candidatos sem domicílio eleitoral na cidade, mas com base eleitoral em São Gonçalo que conseguiram se eleger e reeleger:

Para deputado estadual:

Coronel Salema (PSL) - 99.459

Para deputado federal:

Flordelis (PSD) - 196.959
Altineu Cortes (PR) - 55.367

Abaixo, a lista completa com a votação dos candidatos eleitos a deputado estadual:

Rodrigo Amorim (PSL) - 140.666
Marcio Canella (MDB) - 110.167
Alana Passos (PSL) - 106.253
Alexandre Knoploch (PSL) - 103.639
Coronel Salema (PSL) - 99.459
Samuel Malafaia (DEM) - 83.784
André Corrêa (DEM) - 66.881
Lucinha (PSDB) - 65.735
Renata Souza (PSOL) - 63.937
Danniel Librelon (PRB) - 63.767
Rosenverg Reis (MDB) - 63.450
Flavio Serafini (PSOL) - 61.754
Max (MDB) - 59.672
Delegado Carlos Augusto (PSD) - 56.969
Tia Ju (PRB) - 56.766
Rosane Felix (PSD) - 53.644
Carlos Macedo (PRB) - 53.397
Gustavo Tutuca (MDB) - 49.952
Luiz Paulo (PSDB) - 49.012
Delegada Martha Rocha (PDT) - 48.949
Zeidan (PT) - 48.807
Marcio Pacheco (PSC) - 48.317
André Ceciliano (PT) - 46.893
Thiago Pampolha (PDT) - 46.137
Franciane Motta (MDB) - 45.123
Jorge Felippe Neto (PSD) - 43.099
Dionisio Lins (PP) - 40.910
Mônica Francisco (PSOL) - 40.631
Anderson Moraes (PSL) - 40.540
Filipe Soares (DEM) - 40.308
Luiz Martins (PDT) - 38.449
Carlos Minc (PSB) - 38.416
Fabio Silva (DEM) - 36.820
Dr. Deodalto (DEM) - 35.991
Gustavo Schmidt (PSL) - 34.869
Eliomar Coelho (PSOL) - 34.836
Renato Cozzolino (PRP) - 33.597
Vandro Familia (SOLIDARIEDADE) - 33.315
Enfermeira Rejane (PC do B) - 33.003
Jair Bittencourt (PP) - 32.656
Carlo Caiado (DEM) - 32.435
Welberth Rezende (PPS) - 31.725
Renato Zaca (PSL) - 31.627
Marcos Muller (PHS) - 31.512
Waldeck Carneiro (PT) - 31.358
Marcus Vinícius - Neskau (PTB) - 30.454
Gil Vianna (PSL) - 28.636
Dani Monteiro (PSOL) - 27.982
Filippe Poubel (PSL) - 27.832
Doutor Serginho (PSL) - 26.906
Pedro Brazao (PR) - 26.846
Chicão Bulhões (NOVO) - 26.335
Rodrigo Bacellar (SOLIDARIEDADE) - 26.135
Bebeto Tetra (PODE) - 25.917
Marcelo do Seu Dino (PSL) - 25.497
Anderson Alexandre (SOLIDARIEDADE) - 25.384
Val Ceasa (PATRIOTA) - 25.259
Bruno Dauaire (PRP) - 24.800
Marcos Abrahão (AVANTE) - 24.261
João Peixoto (DC) - 23.951
Valdecy da Saúde (PHS) - 23.307
Márcio Gualberto (PSL) - 23.169
Chiquinho da Mangueira (PSC) - 22.141
Pedro Ricardo (PSL) - 22.006
Léo Vieira (PRTB) - 20.751
Alexandre Freitas (NOVO) - 20.234
Marcelo Cabeleireiro (DC) - 18.003
Sub Tenente Bernardo (PROS) - 16.855
Giovani Ratinho (PTC) - 13.234
Marina (PMB) - 12.294

Lista completa com a votação dos candidatos eleitos a deputado federal:

Helio Fernando Barbosa Lopes (PSL) - 345.234
Marcelo Freixo (PSOL) - 342.491
Alessandro Molon (PSB) - 227.914
Carlos Jordy (PSL) - 204.048
Flordelis (PSD) - 196.959
Daniela do Waguinho (MDB) - 136.286
Otoni de Paula (PSC) - 120.498
Luiz Lima (PSL) - 115.119
Talíria Petrone (PSOL) - 107.317
Delegado Antônio Furtado (PSL) - 104.211
Dr. Luizinho (PP) - 103.745
Sóstenes (DEM) - 94.203
Rodrigo Maia (DEM) - 74.232
Jandira Feghali (PC do B) - 71.646
Aureo (SOLIDARIEDADE) - 68.414
Wagner Montes (PRB) - 65.868
Rosangela Gomes (PRB) - 63.952
Hugo Leal (PSD) - 63.561
Sargento Gurgel (PSL) - 62.089
Vinícius Farah (MDB) - 57.707
Major Fabiana (PSL) - 57.611
Pedro Paulo (DEM) - 56.646
Altineu Cortes (PR) - 55.367
Gutemberg Reis (MDB) - 54.573
Paulo Ganime (NOVO) - 52.983
Marcelo Calero (PPS) - 50.533
Luiz Antônio (DC) - 50.284
Soraya Santos (PR) - 48.328
Christino Aureo (PP) - 47.101
Felício Laterça (PSL) - 47.065
Márcio Labre (PSL) - 46.934
Juninho do Pneu (DEM) - 45.087
Benedita da Silva (PT) - 44.804
Lourival Gomes (PSL) - 41.307
Glauber Braga (PSOL) - 40.199
Wladimir Garotinho (PRP) - 39.398
Chris Tonietto (PSL) - 38.525
Alexandre Serfiotis (PSD) - 37.526
Clarissa Garontinho (PROS) - 35.131
Professor Joziel (PSL) - 34.274
Daniel Silveira (PSL) - 31.789
Gelson Azevedo (PHS) - 28.216
Chico D'angelo (PDT) - 26.417
Chiquinho Brazão (AVANTE) - 25.817
Paulo Ramos (PDT) - 25.557
Jean Wyllys (PSOL) - 24.295

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

1.566 VAGAS DE TRABALHO COM CARTEIRA ASSINADA EM VÁRIAS REGIÕES DO ESTADO


O Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Renda (Setrab) e do Sistema Nacional de Empregos (Sine-RJ), informa a existência de 1.566 vagas de trabalho com carteira assinada em várias regiões do estado. Com exigência de formação entre o ensino fundamental incompleto e o superior completo e com Salários que podem chegar até R$ 5 mil. São para ambos os sexos. São 405 colocações para deficientes.

A Capital tem 995 vagas, sendo 100 para Atendente de Frios e Laticínios, 80 para Operador de Telemarketing Ativo com ou sem experiência, 85 para Operador de Telemarketing Receptivo, 82 para Atendente Balconista, 71 para Atendente de Lanchonete, 60 para Motorista de Ônibus, 58 para Operador de Caixa, 35 para Empregado Doméstico Diarista, 30 para Auxiliar de Limpeza, 25 para Fiscal de Prevenção de Perdas, 25 para 22 para Balconista de Açougue, 22 para Bolseiro, 20 para Atendente de Lanchonete, 20 para Auxiliar de Linha de Produção, 20 para Consultor de Vendas, 20 para Auxiliar de Operador de Motosserra, 20 para Balconista de Loja, 16 para Vendedor Interno, 14 para Copeiro, 15 para Fiscal de Loja, 12 para Promotor de Vendas, dez (10) para Carpinteiro, dez (10) para Atendente de Lanchonete, dez (10) para Gerente de Restaurante, dez (10) para Continuo, dez (10) para Auxiliar de Expedição, entre outros. Na Região Metropolitana tem 85 vagas, sendo 15 para Motorista de Kombi, dez (10) Motorista de Ônibus Urbano, entre outras.

A região Serrana tem 37 oportunidades, entre elas dez (10) para Embalador a Mão. Na Região do Médio Paraíba são 38 oportunidades, sendo 31 para Promotor de Vendas, entre outras. Para deficiente são 405 vagas, sendo 95 para Repositor, 69 para Operador de Caixa, 35 para Estoquista, 35 para Auxiliar de Limpeza, 30 para Empacotador, 15 para Servente de Limpeza, dez (10) Operador de Lojas, dez (10) para Manipulador de Alimentos, dez (10) para Copeiro, dez (10) para Auxiliar de Estoque, dez (10) para Auxiliar de Almoxarifado, dez (10) para Auxiliar de Administrativo, dez (10) para Atendente de Lanchonete, dez (10) para Ajudante de Cozinha, dez (10) para Ajudante de Caminhão, dez (10) para Açougueiro, entre outras.

É importante salientar que as unidades do Sistema Nacional de Empregos (Sine-RJ) não recebem currículos e que a inscrição para se candidatar às vagas coletadas pela secretaria têm que ser cadastradas nos postos Sine/Setrab ou no site maisemprego.mte.gov.br. A secretaria também mantém em seu site o PDF com a distribuição de chances existentes por região e função.

Ao se dirigir a uma unidade Sine/Setrab para se candidatar a uma vaga, o trabalhador deve verificar se o perfil que tem cadastrado no sistema é compatível com a oportunidade existente. Caso tenha interesse em ocupar alguma outra função que não esteja registrada em sua ficha, peça ao atendente a orientação de como poderá concorrer a outras chances que se encontrem à disposição. 

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

VALEU MARICÁ PELA BELA HOMENAGEM A SÃO GONÇALO!!!

Orla Zé Garoto - Fotos: Maricá RJ

Apreciada e visitada por milhares de gonçalenses, a aprazível cidade de Maricá prestou uma belíssima homenagem à vizinha São Gonçalo por conta de seu aniversário, comemorado no último dia 22 de setembro.

Após uma grande obra de revitalização, a prefeitura de Maricá rebatizou a nova orla do Boqueirão - que liga o Centro à Barra de Maricá - como "Orla Zé Garoto". 

“A primavera está chegando e nós vamos ter a cidade vivendo esses espaços. Isso faz bem, isso cultiva a prática esportiva, isso mexe com os humores e quem descobriu isso aqui antes do maricaense, na dimensão do uso, na dimensão da estada, foram os visitantes de São Gonçalo e de Itaboraí. Pessoas que aos finais de semana enchem esse lugar. Quando nós resolvemos nomear essa orla como nome Zé Garoto, foi para dizer para as pessoas e para nós mesmo que o mundo é de todos. Essa lagoa pertence ao território de Maricá, mas ela deve, tem e pode ser usada por todos os habitantes do Rio de Janeiro e o gonçalense é o que mais usa e merece o nosso reconhecimento com essa homenagem”, destacou o prefeito de Maricá, Fabiano Horta, durante a cerimônia de inauguração da Orla Zé Garoto, no último dia 21 de setembro.

Valeu Maricá pela bela homenagem à nossa querida São Gonçalo!!!

Confira abaixo imagens da Orla Zé Garoto:











Fotos: Maricá RJ

sábado, 22 de setembro de 2018

PARABÉNS, SÃO GONÇALO!!! QUE DEUS TE ABENÇOE RICAMENTE HOJE E NOS ANOS VINDOUROS!!!

Igreja Matriz São Gonçalo do Amarante - Foto: Vagner Rosa

Neste sábado, São Gonçalo está completando 128 anos de emancipação política. Em 22 de setembro de 1890, o antigo distrito de Niterói ganhou vida própria para progredir e prosperar. 

Nesses últimos 128 anos, São Gonçalo vivenciou altos e baixos no campo econômico. Durante as décadas de 40 e 50, por conta da quantidade de indústrias instaladas em seu território, o município recebeu o título de "Manchester Fluminense", em alusão à cidade industrial da Inglaterra.

Lamentavelmente, a partir da década de 60 veio o  declínio industrial.  Por conta de vários fatores (falta de infraestrutura na cidade, política industrial do país, incentivos fiscais mais atrativos em outros municípios), diversas fábricas fecharam e se mudaram para outras regiões do estado e para São Paulo.

Com o processo de desindustrialização, milhares de gonçalenses tiveram que ir em busca de emprego em outras cidades, principalmente em direção ao Rio de Janeiro. Com isso, São Gonçalo passou, então, a ser considerada cidade-dormitório.

Atualmente, São Gonçalo se destaca como um grande mercado consumidor e com empregos concentrados no setor de comércio e serviços. No entanto, a cidade poderia estar vivenciando um progresso maior em diversos setores da sociedade.

Nos últimos anos, o município poderia ter sido mais agressivo na defesa de seus interesses, ou seja, atraído mais empresas, indústrias e outros benefícios junto aos governos estadual e federal. Afinal, somos o segundo maior colégio eleitoral do Estado do Rio.

A meu ver, São Gonçalo tem tudo para se transformar numa grande potência. O que está faltando para isso acontecer é mais amor pela cidade e explorar o enorme potencial gonçalense. Pensar grande é preciso!

Muitos gonçalenses têm dito que não há motivos para comemorar os 128 anos de São Gonçalo. Apesar dos problemas existentes no município, discordo totalmente desse pensamento. Paixões, oposições e convicções políticas à parte, nossa cidade não é esse diabo todo que alguns pintam por aí. 

Em comparação a muitas outras cidades desse Brasil afora, podemos dizer que é um privilégio morar em São Gonçalo. Com certeza, tem muita gente por aí que gostaria de morar numa cidade como a nossa.

Sendo assim, o Território Gonçalense parabeniza São Gonçalo pelos seus 128 anos e pede a Deus para que a abençoe rica e abundantemente hoje e nos anos vindouros!!!

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

968 OPORTUNIDADES DE EMPREGO EM TODO O ESTADO


O Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Renda (Setrab) e do Sistema Nacional de Empregos (Sine-RJ), informa a existência de 968 vagas de trabalho com carteira assinada em várias regiões do estado. Com exigência de formação entre o ensino fundamental incompleto e o superior completo e com Salários que podem chegar até R$ 5 mil. São para ambos os sexos. São 525 colocações para deficientes.

A Capital tem 226 vagas, sendo 95 para Operador de Telemarketing Ativo, 46 para Atendente de Lanchonete, 26 para Motorista De Ônibus Rodoviário, 20 para Motorista de Ônibus Urbano, e 18 para Frentista, entre outras. Na Região Metropolitana são 66 vagas. A região Serrana tem 49 oportunidades. No Sul Fluminense são 72 vagas. Na Região da Baixada Litorânea são 15 chances. Para deficiente são 108 vagas Repositor, 65 para Atendente de Lanchonete, 60 para Empacotador, 52 para Operador de Vendas, 35 para Operador de Caixa e 15 para Servente de Limpeza, entre outros.

É importante salientar que as unidades do Sistema Nacional de Empregos (Sine-RJ) não recebem currículos e que a inscrição para se candidatar às vagas coletadas pela secretaria têm que ser cadastradas nos postos Sine/Setrab ou no site maisemprego.mte.gov.br. A secretaria também mantém em seu site o PDF com a distribuição de chances existentes por região e função.

Ao se dirigir a uma unidade Sine/Setrab para se candidatar a uma vaga, o trabalhador deve verificar se o perfil que tem cadastrado no sistema é compatível com a oportunidade existente. Caso tenha interesse em ocupar alguma outra função que não esteja registrada em sua ficha, peça ao atendente a orientação de como poderá concorrer a outras chances que se encontrem à disposição.

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

MARINA SILVA CONDENA PORTE DE ARMAS EM SÃO GONÇALO

Encontro com Marina Silva na Praça Luiz Palmier reuniu populares e lideranças políticas - Foto: Douglas Macedo

Nesta sexta-feira (31/08), a presidenciável Marina Silva (REDE) participou do evento "Rodo Viva", uma espécie de "entrevista pública" inspirada no programa "Roda Viva", da TV Cultura. O encontro aconteceu na Praça do Rodo, no Centro de São Gonçalo.

Numa clara referência ao adversário Jair Bolsonaro (PSL), Marina condenou a proposta do candidato de liberar o porte de armas.

“Além da gente pagar imposto, ter que sustentar um monte de gente nos ministérios e no Congresso, ainda vem dizer que quem vai defender a sua casa, a sua família, sua escola, a sua propriedade é você mesmo com uma arma? Isso não tem cabimento”, declarou.

Marina também disse que, caso seja eleita, não irá tolerar a alta taxa de desemprego de mulheres negras constatada em São Gonçalo, e atuará fortemente contra o feminicído.

“As mulheres estão sendo mais afetadas pela crise. Das quatro milhões de pessoas que desistiram de procurar emprego, a maioria é de mulheres. As mulheres negras são aquelas que sofrem mais violência e possuem pouca oportunidade de trabalho. Nós iremos fortalecer o empreendedorismo nas comunidades e combater o feminicídio, que ocorreram mais de mil vezes em 2017”, afirmou.