quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Ilha do Sol-SG: onde surgiu o nudismo no Brasil

Foto: Inventário da oferta turística - SEMELTUR
Foto: Inventário da oferta turística - SEMELTUR
Foto: "Aqui viveu Luz Del Fuego" - Ana Pinto
Luz Del Fuego - Reprodução Livro A Verdade Nua
Luz Del Fuego - Reprodução Livro A Verdade Nua

Localizada no interior da baía de Guanabara, próximo ao bairro do Gradim, a Ilha do Sol, historicamente conhecida como Ilha de Luz Del Fuego, tem um passado rico de acontecimentos.

Em 1954, seduzido pela bela vedete Luz Del Fuego – que dançava sensualmente nua com uma jibóia enrolada em seu corpo – o ministro da Marinha da época cedeu a ilha de Tapuama de Dentro para Luz implantar a sede de sua colônia.

Rebatizada como Ilha do Sol, Luz Del Fuego, instalou ali a primeira área para a prática de naturismo do país. Daí em diante a ilha passou a ser uma das grandes atrações do Rio de Janeiro, apesar de não fazer parte dos roteiros turísticos.

Nadaram e desfilaram nuas por ali várias estrelas do cinema americano como Errol Flynn, Lana Turner, Ava Gardner, Tyrone Powel, César Romero, Glenn Ford, Brigitte Bardot e Steve MacQueen.

Nos anos 60, Luz Del Fuego passou a viver definitivamente na Ilha do Sol. Com suas reservas financeiras terminando e a idade chegando, o mito começou a desaparecer. Já não tinha mais relacionamentos com homens influentes e ricos e passou então a se envolver com homens pobres, bem distantes do seu nível social.

No dia 19 de julho de 1967, vitimas de uma emboscada, Luz Del Fuego e seu vigia Edgar foram brutalmente assassinados e jogados no fundo da baía de Guanabara. O crime só foi desvendado duas semanas após. Um dos assassinos confessou que a vingança foi o motivo do assassinato, pois Luz havia denunciado ele e seu irmão para a polícia.

Essa é a história que cerca a Ilha do Sol. Agora quando passarem por perto de barco ou avistarem a ilha, vocês já sabem que ali foi palco de uma rica história em áreas gonçalenses.

Em tempo: Luz Del Fuego teve sua história retratada em filme estrelado por Lucélia Santos no papel da famosa vedete.

Saiba mais sobre Luz Del Fuego no site abaixo:
Memória Viva

6 comentários:

  1. Luz DelFuego é uma historia muito conturbada, apesar dela ter sido muito bonita,famosa,rica de berço ela não foi feliz sua vida terminou na pobreza e assassinada, tem muita curiosidade,a ilha do sol deveria ser um ponto turistico alguem contando sua historia seria muito emocionante conhecer o lugar onde ela viveu eu me interesso pela historia de LUZ DELFUEGO ainda falta muita coisa a ser retratada quando for para o cinema seu filme irei assistir já tenho minha carteira que da o direito a gratuidade.

    ResponderExcluir
  2. Quando soube que LUZ DELFUEGO foi assassinda na ilha que morava,foi uma crueldade o que fizeram(emboscada isso é covardia)essa historia deixa a pessoa alerta no sentido de vigiar o que o outro está querendo quando se aproxima da gente não é?

    ResponderExcluir
  3. Sou fã de Luz del Fuego, acho sua história de vida muito interesante,a luta,a garra, e principalmente sua coragem de ser quem realmente era, independente de qualquer coisa ou qualquer pessoa,numa época em que o nú era algo proibida Dora Vivacqua foi a frente do seu tempo.Só para esclarecer a terceira foto não é a ilha de Tapuamas de Dentro(ilha do sol) onde viveu Luz del Fuego,é a ilha da casa de pedras.Abraço a todos.

    ResponderExcluir
  4. Gostaria de saber se as barcas do centro para paqueta,da para avistar essa ilha onde ela viveu.Estou me formando em guia de turismo e gostaria de colocar esse roteiro em meu passeio turistico.Obrigado,contato.21 86633025. Joelton ( se formando em guia de turismo ).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não da não,a ilha e completamente abandonada mas se quiser visita tem que pegar um barco na praia da luz no gradim.

      Excluir