quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Caos na saúde envergonha o nome de São Gonçalo em todo o país


Âncoras do SBT Brasil iniciam telejornal falando sobre caos na saúde de SG

É lamentável ver mais uma vez o nome de São Gonçalo se destacando de forma negativa em rede nacional.

Veja como os âncoras do principal telejornal do SBT abriram a edição de ontem (08/01):

Joseval Peixoto: “Boa noite. O SBT Brasil desta terça-feira inicia a edição mostrando o caos na saúde pública da segunda maior cidade do estado do Rio de Janeiro: São Gonçalo, que fica na região metropolitana da capital.”

Cynthia Benini: “Durante 44 horas todos os hospitais municipais não funcionaram: faltam remédios e médicos, e a população sofre.”

Sabemos que o prefeito Neilton Mulim não tem culpa alguma por mais esta promoção negativa da cidade, ao contrário, ele e a população foram vítimas da má administração do governo passado.

Entretanto, esperamos que o Governo Mulim também não dê motivos lá na frente para que São Gonçalo continue se destacando negativamente em todo o país. Nossa cidade não merece passar por mais vergonhas em rede nacional.

Assista a matéria completa do jornal SBT Brasil sobre o caos na saúde pública de São Gonçalo, clicando AQUI


5 comentários:

  1. Carlos Apolinário da Silva9 de janeiro de 2013 16:03

    Wagner é por causas dessas coisas que acontecem em São Gonçalo que muita gente têm vergonha da cidade e quer ir embora daqui. Meus parentes de Vitória sempre me perguntam se tudo que aparece sobre São Gonçalo na tv é verdade? Eu respondo que infelizmente é tudo verdade mesmo. Tomara Deus que esse novo prefeito dê um jeito nesta cidade e não permita que passemos mais vergonhas pelo Brasil afora.

    ResponderExcluir
  2. Discordo com a opinião de que o nosso atual prefeito não tem culpa no que esta acontecendo em nossa cidade. Como pessoa pública e representante do nosso município junto a câmara federal, ele tem pessoas que deveriam assessorá-lo e deixá-lo a parte dos fatos. Ou essa situação esta assim só agora que a prefeita saiu do governo?

    ResponderExcluir
  3. Olá, Anderson Silva! Tudo bem?

    O Território Gonçalense não tem nenhuma intenção de exercer o papel de advogado de defesa do prefeito Neilton Mulim, mas considerando o que o repórter da TV Record, Dennes Queiroz, comentou na matéria que foi ao ar no programa Cidade Alerta sobre o caos na saúde gonçalense “A gente sempre foi impedido de entrar aqui no hospital porque a política anterior era de esconder”, pode ser que tenham impedido também o acesso de outras pessoas a certas dependências do hospital, não é mesmo?

    Assista a matéria da TV Record com o comentário do repórter Dennes Queiroz, no link abaixo:

    http://videos.r7.com/prefeitura-de-sao-goncalo-rj-suspende-atividades-em-hospital-de-emergencia/idmedia/50eb54e6e4b03eb665997e1e.html

    Obrigado pela sua participação no blog.

    Abraço.

    Vagner Rosa
    Editor do Território Gonçalense

    ResponderExcluir
  4. MEU PAI ESTEVE INTERNADO COM QUADRO DE AVC NO PRONTO-SOCORRO DE SÃO GONÇALO DESDE O DIA DOIS DE JANEIRO, ONDE FICOU SEM ATENDIMENTO DE UM NEURO PARA AVALIAR A SEGUNDA TOMOGRAFIA POR SEIS DIAS. AO SABER, NO DIA NOVE, QUE HAVIA CONTRAÍDO PNEUMONIA, DECIDI JUNTAMENTE COM MINHA IRMÃ, QUE O ASSESSORÁVAMOS POR VINTE E QUATRO HORAS, QUE O MELHOR SERIA TIRÁ-LO DE LÁ. ESTAMOS CUIDANDO EM CASA E COM ACOMPANHAMENTO MÉDICO, ONDE JÁ PERCEBEMOS MELHORAS SIGNIFICATIVAS EM SEU QUADRO CLÍNICO.
    COMO DISSE EM ENTREVISTA AO JORNALISTA DA RECORD, ESPERO QUE O PREFEITO NEITON MULIM, MORALIZE A SITUAÇÃO PÚBLICA DA NOSSA CIDADE, POIS CADA CIDADÃO DE SÃO GONÇALO MERECE SER TRATADO COM RESPEITO E DIGNIDADE.
    MARCIA QUINTÃO.

    ResponderExcluir
  5. Já perdi as contas de quantas matérias sobre a lamentável situação da saúde pública gonçalense no SBT RIO; quanto as matérias referentes a esse assunto na Record, preferi não assisti, pois não gosto do jornalismo daquela emissora, mas soube da veiculação das mesmas por aqui, em algumas páginas do Facebook.

    Infelizmente, pra quem depende da saúde pública aqui em São Gonçalo e no Brasil de uma forma geral, está entregue a própria sorte, pois não sabe se sai com vida ou dentro de um caixão. Esta é a mais dura realidade.

    ResponderExcluir