segunda-feira, 20 de outubro de 2014

A praça que não sai da memória do gonçalense

Antiga Praça Carlos Gianelli, em Alcântara - Foto: Internet

Essas duas fotos publicadas na semana passada por um internauta (no Facebook) são para recordar que Alcântara já teve um dia uma simpática praça em sua paisagem urbana e que, infelizmente, foi destruída para ceder seu espaço para um enorme "caixote" que deixou a região central do bairro mais feia.

Nada, mas absolutamente nada, vai justificar a “venda” da Praça Carlos Gianelli. É por essa e outras que uma certa candidata à deputada federal teve uma votação inexpressiva nas eleições deste ano. O povo não esqueceu a maldade que fizeram com o Centro de Alcântara.

Em tempo: não temos absolutamente nada contra o Pátio Alcântara que foi construído no lugar da antiga praça. Só achamos que o referido centro comercial deveria ter sido erguido em outra região, como por exemplo, na Avenida Maricá. 



10 comentários:

  1. Por mais desorganizada que fosse a praça... ela realmente faz muita falta.

    ResponderExcluir
  2. Realmente, lembro com a praça era horrível, suja, abandonada, inútil...

    ResponderExcluir
  3. O Pátio Alcântara foi a única coisa boa que aconteceu em Alcântara nos últimos 20 anos ou mais. O que fizeram de bom lá antes desse Shopping? NADAAAAAAAAAA.

    ResponderExcluir
  4. As pessoas falando mal da praça deveriam parar e pensar que o fato de ela ser deixada as traças e aos moradores de rua foi uma atitude proposital da prefeita panisset, só assim ela conseguiria aprovação popular pra vender um bem publico. ou seja povo a praça foi abandonada de proposito. da mesma forma que foi feita com a primeira casa das religioes afrodescendentes que a prefeita demoliu, são gonçalo apaga sua historia em nome de um progresso que não beneficia o município, afinal que são os donos do Patio? quem são os trabalhadores? quem realmente se beneficiou quando a prefeitura vendeu uma praça publica no centro comercial da cidade por 100 mil R$?

    ResponderExcluir
  5. PAULINHO DO ALCÂNTARA21 de outubro de 2014 10:43

    EU SINTO MUITA SAUDADE DA PRAÇA. SINTO SAUDADE DA IGREJA DE ALCÂNTARA QUE DESAPARECEU. SINTO SAUDADE DAQUELE ESPAÇO ABERTO NO MEIO DE ALCÂNTARA. SINTO UMA DOR ENORME NO CORAÇÃO E UM VAZIO QUANDO NÃO VEJO MAIS A PRAÇA ALI ONDE ESTÁ O PÁTIO ALCÂNTARA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sente saudades dos mendigos ateando fogo em caixotes para cozinhar ou então tendo relações sexuais a plena luz do dia?
      Porque eu não!
      Já falei várias vezes, a praça está lá, só que a quatro andares do chão.

      Excluir
  6. Sem dúvida absurda a extinção da praça. O desaparecimento de uma área pública em detrimento de um projeto privado não encontra justificativa que o valha. No entanto, não é de hoje que o centro de Alcântara está mergulhado num caos: feio, sujo, confuso. Isso há anos. Mesmo antes dos nefastos anos de governo de Panisset. Infelizmente a praça não irá voltar, mas é imprescindível que um centro importante como o de Alcântara passe por uma reforma abrangente, uma revolução urbana, que devolva àquela área um mínimo de qualidade ambiental.

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde futuramente os seus filhos e netos sentirao falta de uma praça no centro de Alcantara ,a ex nao morra mais em SG e o seu irmazinho.revoltado de SG

    ResponderExcluir
  8. Ô PAULINHO DO ALCÂNTARA!! Ô PAULINHO!! A IGREJA CONTINUA LÁ NO MESMO LUGAR. DÁ UMA PASSADINHA LÁ PRA MATAR A SAUDADE, VÉIO!

    ResponderExcluir