sábado, 4 de abril de 2015

“Chapa Quente”, seriado da Globo ambientado em São Gonçalo, estreia na próxima quinta-feira

Elenco: Paulinho Serra, Thiago Abravanel, Renata Gaspar, Ingrid Guimarães, Leandro Hassum, Lúcio Mauro e Eduardo Estrela - Foto: Divulgação

Escrito por Cláudio Paiva e substituto de “A Grande Família”, estreia na próxima quinta-feira (9), após a novela Babilôniao novo seriado cômico da TV Globo “Chapa Quente”. Ambientado num salão de beleza em uma São Gonçalo com ruas largas, calçadas pouco arborizadas, sol a pino e construções improvisadas, o novo humorístico global pretende retratar a periferia com muito humor e algumas pitadas de crítica social. “Quisemos retratar uma periferia, uma cidade abandonada como tantas outras no Brasil”, diz Paiva.

Intérprete de Marlene, a dona do salão, Ingrid Guimarães diz que “Chapa Quente” vai falar da realidade do povo brasileiro.

“O seriado é um retrato de uma parte do Brasil, de gente batalhadora, gente que vive no calor, o que faz com que todas as emoções estejam à flor da pele. Tem vários arquétipos do brasileiro”, define a atriz.

Conheça os personagens do seriado:

Marlene (Ingrid Guimarães): dona do Marlene´s Coiffeur e casada com o desempregado Genésio. Apesar dos percalços, vive feliz.

Fran (Thiago Abravanel): após ser demitido do Projac, por causa de um trabalho malsucedido nos cabelos de Susana Vieira, volta para São Gonçalo e arruma emprego no salão da ex-namorada Marlene. Mas ele não se conforma por ter voltado a morar na cidade, vive com a cabeça no passado relembrando os inesquecíveis tempos em que trabalhou na Globo.

Josy (Renata Gaspar): manicure do salão. Além de ser muito enrolada, tem ‘dedo podre’ para relacionamentos e vive às voltas com seus afetos.

Dona Gracinha (Mila Ribeiro): cliente assídua do salão

Genésio (Leandro Hassum): marido de Marlene, um desempregado “profissional” e boa praça, apaixonado por sua mulher.

Marreta (Paulinho Serra): melhor amigo de Genésio

Sargento Bigode (Lúcio Mauro): promete mundos e fundos. Não gosta de confusão na área dele, mas ele mesmo foi arrumar problemas quando se envolveu com Josy, noiva do traficante Godzila.

Noronha (Eduardo Estrela): subordinado do Sargento Bigode. Admira seu superior a quem segue as ordens como um cão fiel.

Godzila (Paulo Américo): chefe do tráfico da região que, apesar de estar cumprindo pena, continua dominando os bandidos do local.

Creuza (Ana Baird): dona do bar onde Genésio bate ponto.

Bullying com São Gonçalo

As chamadas do programa já dão uma prévia de como São Gonçalo será retratada no seriado. Não faltarão piadas e comentários depreciativos em relação à cidade. Envolvido numa polêmica com os gonçalenses no ano passado, que ficaram revoltados com o comentário do ator sobre o município, no programa Altas Horas (ver aqui), Leandro Hassum diz não temer rejeição por piadas com o lugar no seriado "Chapa Quente".

“Zero medo de bafafá. São piadas, é pra brincar, divertir e homenagear o lugar”, declara Hassum.

“É uma comédia de temperatura elevada. Um lugar onde os conflitos fervem e as diferenças são resolvidas de forma explosiva”, defende o autor Cláudio Paiva.

O Território Gonçalense não pretende criar polêmicas com o seriado e tampouco promover um boicote ao programa. Entendemos que as piadas vão estar dentro de um contexto de comicidade. Entretanto, vamos estar atentos aos exageros depreciativos contra o povo da nossa cidade. Gostamos de rir, mas gostamos mais ainda de sermos respeitados! 
  
Abaixo, imagens da São Gonçalo cenográfica de “Chapa Quente”:



Fotos: Divulgação

19 comentários:

  1. São Gonçalo já é uma piada em sí. Ambientação muito bem escolhida pelo autor, já que São Gonçalo é uma cidade surreal.

    ResponderExcluir
  2. Legal! Bom para não assistir.

    ResponderExcluir
  3. Fazem piadas de vários lugares, Meier, Baixada, Madureira etc...São Gonçalo é apenas mais um, quanto isso não há problema, acho o que incomoda a nós gonçalenses é o sentimento de superioridade muito comum entre pessoas que existem também entre cidades e quanto a isso temos que ter ciência que não é o lugar aonde mora que te faz uma pessoa melhor e sim o seus valores é o que te define com pessoa, neste ponto me orgulho de ser gonçalense em fazer parte de um povo mesmo esquecido e explorado corre atrás honestamente, acorda muita vezes antes das 5hs e vai dormir depois das 24hs, trabalha e paga os estudos com suor de seu rosto e que infelizmente não teve papai e mamãe para pagar o colégio e faculdade mas isso não o impediu de evoluir, nós somos um povo que acorda com a faca entre os dentes, que luta o bom combate e que guarda a sua honra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito. Belíssimo comentário.

      Excluir
    2. Aplausos.. concordo com o amigo em tudo o que falou.

      Excluir
  4. Gostei!! O cenário parece remeter a Neves, tem muita fachada antiga e castigadas pelo tempo... Agora hotel? Não me lembro de nenhum... São Gonçalo é uma cidade muito caricata, tem o pessoal que gostava de se reunir em praças (São Gonçalo inteira), tem os moradores da velha guarda (Parada 40, Brasilândia, Camarão, Porto Velho, Paraíso, Neves), tem os desbravadores nordestinos que começaram bairros do zero (Jardim Catarina, Santa Luzia, Bom Retiro, Guaxindiba, Vista Alegre), tem os que contam histórias de quem é mais valente (Salgueiro, Bairro das Palmeiras, Itaúna, Vila Lage), e os que reivindicam o título de "Zona Sul Gonçalense" (Colubandê, Alcântara, Zé Garoto, Rocha) kkkkkkkkkk... Tem personagem a rodo!! Cada um com suas histórias e fantasias!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é Hotel e sim, Motel. E isso, São Gonçalo tem de sobra. Mas, pq o espanto em relação à Hotel? São Gonçalo já tem um. Fica em Itaoca, tem site e já está até no Hotel Urbano. Bruno.

      Excluir
    2. Confesso que estou surpreso sem saber que em Itaoca tem hotel.. As RJs 104 e 106 são rotas do Motel´s Tour!!

      Excluir
    3. De fato, em Itaóca tem o Hotel Vista Linda, com um tamanho bom até. Bem simpático.

      Excluir
  5. Estava lendo sobre o seriado no O Globo, o autor fala que escolheu São Gonçalo pq queria uma cidade com nome de santo como muitas no país, abandonada pelo estado e que pudesse retratar a crise que o país vive atualmente, mas assume que não conhece muito bem a cidade (pelo Hotel podemos perceber que não sabe nada mesmo rs). Ou seja, vai ser mais um niteroiense reforçando todos os preconceitos e estereótipos pejorativos que a cidade sofre, principalmente por parte dos moradores de Niterói.

    Penso que se o objetivo era retratar uma cidade com nome comum, abandonada pelo estado e em crise, a melhor cidade seria Itaboraí que tem nome indígena e que entrou em uma crise terrível por causa do Comperj, combinaria perfeitamente com o conceito do programa e com o personagem do Abravanel que estava se dando bem, de repente voltou para humildade.

    Mas acho que o que pesou foi a polêmica que isso ia causar, ainda mais depois do caso do Hassum no Altas Horas, isso gera comentários e acaba divulgando o programa. São Gonçalo é a cidade mais odiada do Brasil, as pessoas tanto de fora quanto daqui adoram falar mal e fazer piadas de todos os piores tipos, só que agora vai ser para o mundo inteiro ver.

    Adeus investimentos na cidade, bem vinda imagem pior ainda da cidade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rodrigo, concordo com você quando se refere a cidade vizinha, eles realmente se acham superiores e muitos vezes dizem que a origem de seus problemas é São Gonçalo é assim como no caso da violência por varias vezes seu prefeito fala que o problema da violência e oriundo de outras "cidades", como seu morro do Cavalão e Estado foram "edificados" há apenas uma semana e falam dela como se só existem os bairros da zona Sul e Oceânica, bairros como Engenhoca, Caramujo, Ititioca, Viçoso Jardim, Sapé, Jacaré etc.. simplesmente ignoram sua existência, mas discordo quanto aos investimentos, pois os investidores sabem muito bem e aonde estão investindo, conhecem muito bem o nosso mercado não é um programa de tv que mudará isso, porém o que acho que será muito ruim para São Gonçalo são os estereótipos pejorativos que infelizmente quem não conhece a nossa cidade associaram São Gonçalo e os gonçalenses com esses personagens.

      Excluir
    2. Esse pensamento "elitizado" e "segregador" de quem mora em Niterói pode ser a base das piadas no seriado, porque isso já é uma grande piada! A região oceânica de Niterói pertencia a São Gonçalo, sem falar que Niterói e SG formaram uma cidade só diversas vezes, até a emancipação definitiva há pouco mais de 100 anos.. Até os limites entre as cidades é obscuro, ali em Maria Paula ninguém sabe ao certo onde é SG ou Niterói, o mesmo acontece entre Itaboraí e SG, ali no Apolo e Marambaia.. Resumindo, esse regionalismo não tem fundamento algum! Seria como em um valão dividindo as cidades, onde um lascado na margem do lado de Niterói estivesse zoando outro lascado na margem oposta em SG... kkkkkkkkkkk

      Excluir
    3. O mais ridículo disso tudo é que cerca de 30% dos atuais moradores do município vizinho são oriundos de São Gonçalo, isso é uma verdade, trocando em miúdos é gonçalense zoando gonçalense, mudar de endereço não engrandece ninguém com pessoa, pelo contrario pode diminui-la.

      Excluir
  6. Tô vendo muita gente nas redes sociais já sentando o pau neste programa, mas vamos esperar começar para criticar.

    ResponderExcluir
  7. O "Gente a rodo" do colega Tiago Azevedo está fazendo referência ao coração da nossa cidade? Rsrsrsrs...

    ResponderExcluir
  8. Acredito que a imagem da Cidade é feita pelos próprios moradores que ao conseguir uma renda um pouco melhor já vai morar em alguma dessas tantas comunidades de Niterói e ficam falando mal de São Gonçalo, lamentável. São Gonçalo sofre com o descaso dos governantes, mas sofre mais ainda com o descaso de seus habitantes; quem joga lixo nas vias públicas e nos rios não é o prefeito, nem o governador; quem não exige seus direitos e não cumpre com seus deveres como cidadão fica a mercê do descaso. Quem tem vergonha de dizer que é GONÇALENSE é melhor se mudar mesmo.
    Quem faz a cidade é o cidadão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivo, pelo amor de Deus ninguém que melhora sua renda em São Gonçalo e vai morar em comunidades em Niterói, tenho vários amigos que se mudaram para Niterói e nenhum deles foram moram em comunidades, pelo contrário moram nos bairros de Icaraí, Pendotiba, Piratininga e Itaipu. Existem bairros em São Gonçalo que são infinitamente melhores que comunidade e melhores que muitos bairros de Niterói, quem deixaria de morar no Zé Garoto para morar no Morro do Estado, ou deixaria de morar na Parada 40 e iria morar no Cavalão ou então sairia do Parque das Águas para Morar no Morro do Céu, desculpe ou realmente você não conhece São Gonçalo e acha Niterói um paraíso ou então realmente está sendo deselegante. Eu mesmo tenho condições de morar em Niterói ou Rio de Janeiro (cidade onde trabalho, estudei e me formei) porém escolhi ficar perto da minha família e da família da minha esposa, moro em um excelente condomínio chamado Mirante do Vale no bairro Arsenal e não tenho do que me queixar, tive oportunidade de comprar uma apartamento na entrada Icaraí mas precisamente final da Marquês de Paraná início da Roberto Silveira, mas odeio apartamento prefiro morar em um casa de 200mt² com piscina em condomínio fechado em São Gonçalo do que morar em cubículo de 50mt² pagando R$ 800,00 reais de condomínio para dizer que mora em Icaraí, foi opção minha morar aqui e assim como eu existe outros.
      Agora temos ciências de nossos problemas com nossos governantes e que muitos de nossos conterrâneos tens maus hábitos e realmente tem de mudar!! cada um com seu cada um!!!!

      Excluir
  9. Vamos encarar isso como uma crítica construtiva à nossa cidade. Não dá pra tapar o sol com a peneira. Não vai ser deixando de mostrar os problemas crônicos que há na cidade que eles deixarão de existir. Quem sabe ganhando visibilidade através de um programa, a parcela da população que ajuda a destruir a cidade e os maus administradores, não passam a refletir melhor sobre os seus atos e isso possa ser uma "cutucada", um incentivo às mudanças? Encarar a maneira como nos vêem pode dizer muito sobre que tipo de cidadão estamos sendo e como estamos agindo . Pensemos nisto!

    ResponderExcluir
  10. Esse seriado vai fazer com que São Gonçalo perca seu potencial turístico.

    ResponderExcluir