quinta-feira, 11 de junho de 2015

Nem BRT nem Linha 3 do Metrô. Governos federal e estadual não têm dinheiro para tocar obras. Ou: Dilma e Pezão fizeram os gonçalenses de bobos


Antes de entrar no assunto do dia, confira abaixo a cronologia da maior mentira política dos últimos tempos contada aos gonçalenses:

Setembro/2013 – São Gonçalo

Em um grande evento no Clube Mauá, a presidente Dilma anunciou a liberação de R$ 2,57 bilhões para viabilizar o início das obras da Linha 3 do Metrô, previsto para acontecer em janeiro de 2014 (ver aqui)

Setembro/2014 – campanha eleitoral presidencial

No debate do SBT, em 01/09, com o tucano Aécio Neves, a presidente Dilma disse que a Linha 3 do Metrô já estava funcionando.

“Além disso, candidato, nós temos nove metrôs em todas as capitais do Brasil sendo feitas. O meu governo colocou R$ 143 bilhões. Nós temos seis novos trens interurbanos, três monotrilhos, dois além de São Paulo, que é o de São Gonçalo e do ABC paulista...”, disse Dilma para o candidato Aécio Neves (confira aqui)

Outubro/2014

Em entrevista ao RJTV, um dia após sua vitória nas urnas (27/10/2014), o governador reeleito Luiz Fernando Pezão disse que pretendia tirar a Linha 3 do papel ainda naquele ano:

“É uma parceria público-privada. É a primeira vez que o governo federal coloca dinheiro numa linha de metrô e a gente está apresentando ao mercado para discussão a manifestação de interesse. Eu quero muito começar essa obra ainda esse ano, mas claro que eu tenho que vencer as burocracias. Tem audiência pública e todo um rito que tem que ser seguido. Mas pode ter certeza de uma coisa, a água na Baixada e a Linha 3, o que eu me comprometer eu vou tirar do papel”, afirmou Pezão. (confira aqui)

Janeiro/2015

No dia de sua posse, na Alerj, em 01 de janeiro deste ano, o governador reeleito disse que já estava em andamento o processo licitatório da Linha 3 e que os recursos para a viabilização da obra já estavam garantidos:

“A Secretaria de Obras está em fase final de elaboração do edital de licitação, no sistema monotrilho. Vamos começar a audiência pública em breve e os recursos para a obra já estão garantidos. Cada viagem durará 40 minutos. Atualmente, nos horários de pico, o percurso é feito em duas horas. Nós vamos tirar do papel”, garantiu o governador. (confira aqui)

Fevereiro/2015

No início de fevereiro, o governador garantira que o edital de licitação da Linha 3 sairia em março (ver aqui).

Em meados de fevereiro, surge o discurso da substituição da Linha 3 do Metrô pelo BRT (ver aqui).

Março/2015

No inicio de março, Pezão propôs fazer uma audiência pública para a população escolher entre o BRT e a Linha 3:

“Grande parte da Linha 3 é financiada pelo Governo Federal. Nós vivemos um momento de crise econômica grande, no Estado e no País. Estou colocando o BRT como uma opção para ser discutida com a sociedade. Se a população não quiser o BRT, vamos esperar recursos federais para fazer o metrô”, explicou Pezão. (Confira aqui)

Maio/2015

Numa palestra na Associação Comercial do Rio de Janeiro, o secretário estadual de Transporte, Carlos Roberto Osório, admitira que a Linha 3 do Metrô não sairia mais do papel:

“A Linha 3 foi abolida. Seriam cerca de R$ 3 bilhões do governo federal, R$ 1,5 bilhão do governo estadual e outro R$ 1 bilhão através de licitação pública. Estes recursos do governo federal não existem mais e o estado também não tem mais capacidade de captar este dinheiro. A verdade é essa”, reconheceu Osório (confira aqui)

Assunto do dia

Junho/2015 – declaração de Pezão sobre a impossibilidade da construção da Linha 3

Na matéria exibida ontem (10/06) no RJTV, o governador Luiz Fernando Pezão informou que o estado não tem dinheiro para construir a Linha 3 do Metrô.

“Nós só temos condições de fazer a Linha 3 se tiver financiamento do Governo Federal. O Governo Federal colocou R$ 1,5 bilhão nessa linha, só que atualmente estes recursos não estão disponíveis. Eu quero muito fazer o metrô. Eu sei que nós vamos colocar o BRT lá, mas em dois ou três anos, vai estar saturado. Se tiver dinheiro, eu quero fazer o metrô”, disse Pezão. (Confira aqui)

A reportagem também informou que o BRT, que seria uma obra 40% mais barata que o metrô, ainda está sendo analisada. Ou seja: nem BRT nem Metrô. As duas obras não fazem parte do cronograma atual de investimentos dos governos federal e estadual.

Nunca antes se mentiu tanto sobre a Linha 3 do Metrô para os gonçalenses

Que a Linha 3 já virou uma novela isto não é novidade para ninguém. Essa obra tem sido prometida há anos. Entra eleição, sai eleição, entra outra eleição e as promessas sobre o projeto são sempre renovadas. Entretanto, nunca antes os gonçalenses foram tão ludibriados e enganados sobre esta obra como foram nos últimos dois anos. Até a presidente Dilma veio a São Gonçalo para participar da encenação dessa novela sem fim. Lamentável!

Para resumir, a verdade é uma só, meus caros leitores: Dilma e Pezão fizeram os gonçalenses de bobos. Os dois não têm nenhuma consideração pela população do segundo maior colégio eleitoral do Estado. Lamentável!

E a dúvida que fica no ar agora é: será que depois de toda a mentirada que os dois protagonizaram ainda vão ter a coragem de vir a São Gonçalo para pedir os votos dos gonçalenses para seus candidatos à Prefeitura, nas eleições do ano que vem? A conferir.

8 comentários:

  1. A Dilma já virou a santa das promessas não cumpridas!!! Trem bala Rio SP, Metrô Linha 3, e outras mais.. E esse "pacote de concessões" é mais um plano de marketing.. Confesso que votei nela, e me arrependo muito por não ter anulado o meu voto!
    Estão com uma "estória" de fazer uma ferrovia ligando Rio a Virória, então me pergunto, porque não aproveitar que Niterói, SG e Itaboraí são caminho para esse trajeto, e não fazem um modal multiuso dessa ferrovia? Transporte de passageiros diariamente entre Rio, Nit, SG e Itaboraí e quando necessário uma pausa para o transporte de cargas? Ou as duas ao mesmo tempo se possível... Era só questão de dinamismo e boa vontade por parte dos governantes... O Sec. de transportes do estado Carlos Roberto Osório, quando vai dar uma entrevista falando em BRT ou nessa ferrovia Rio-Vitória, fala com um sorriso indo de uma orelha a outra, agora quando o assunto é metro na linha 3, o cara já fecha a cara, fica irritadinho com as indagações, faz cara de "to nem ai".. E assim vai... Gonçalense que quer mobilidade e votou em Pezão, praticamente deu um tiro no próprio pé!!!

    ResponderExcluir
  2. Boa noite povo de SG e senhor Vagner,CINICO e uma palavra Grega Kynikos( o cinico e um homem ou uma mulher que sabe o preço de tudo,mas o valor de nada) nao posso dizer mais nada.ass.revoltao de SG

    ResponderExcluir
  3. Boa noite,gostou da entrevista da tia Dima com o Jo? eu nao,e uma mulher despreparada no conselho fiscal da Petrobra e na Presidencia da Repubrica ate ,nao tem jeito mesmo teremos que atura esta senhora ate 2018,e uma despreparada,incopetente do PT,e ela diz que foi torturada na ditadura,e claro deu bobeira com os milicos,e ai dançou,e agora diz que lutou a favor do povo brasileiro,em 1977 eu trabalhava numa empresa alemao,no rio de janeiro,e nao vi nada do dops,nem policia Federal,e nem policia do exercito,tinha na nequela epoca 22 anos ,e nunca vi falar de Dilma,so me lembro do caso do Rio Centro.saiu um livro,com o titulo,nao confie nos governos,e muito bom recomento,nsg

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente é uma triste constatação a ferramenta que temos é o voto para mudar esse cenário é ineficaz é de interesse político que a população não tenha educação e raciocínio lógico, isso que vemos é um produto de mídia e qualquer um que tenha condições de fazer uma análise não teria votado nestas figuras. Nunca acreditei em uma só palavra destas figuras e digo que a linha 3 será usada novamente novamente ganhar votos e população irá confiar de novo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas fica difícil saber em que candidato confiar, na minha lista só havia excluído o Pezão (por ser patrocinado pelas empresas de ônibus), dos outros, quem teria um verdadeiro comprometimento com a implantação do metrô na linha 3? Não sei!

      Excluir
    2. Creio que quem não promete é que é o bom candidato, não é uma obra que dependa apenas do governo estadual e muito menos municipal, quem muito prometi nada faz.

      Excluir
  5. "Vocês que fazem parte dessa massa
    Que passa nos projetos do futuro
    É duro tanto ter que caminhar
    E dar muito mais do que receber
    E ter que demonstrar sua coragem
    À margem do que possa parecer
    E ver que toda essa engrenagem
    Já sente a ferrugem lhe comer
    Êh, oô, vida de gado
    Povo marcado
    Êh, povo feliz!"

    ResponderExcluir
  6. O INDIGNADO DE SG17 de junho de 2015 13:59

    FORA DILMA! FORA PEZÃO! E FORA TODOS OS CANDIDATOS APOIADOS PELOS DOIS NA ELEIÇÃO DE 2016!

    ResponderExcluir