quinta-feira, 27 de outubro de 2011

O despertar do orgulho gonçalense


Assentada a poeira, agora é hora de tirarmos uma lição da confusão armada pelo Sr. Wolney Trindade.

Tem um famoso ditado que diz que “Há males que vêm para o bem”.

Pois bem. Essa polêmica causada pelo Sr. Trindade acabou gerando um fato positivo: despertou o gonçalense para São Gonçalo.

A mobilização dos gonçalenses, no facebook, em repúdio as palavras discriminatórias do secretário niteroiense em relação a população de São Gonçalo, foi um evento inédito. Não se tem noticiais de um protesto de tamanha repercussão com gonçalenses defendendo a sua cidade com tanto fervor. E aproveito para parabenizar mais uma vez o pessoal pelo engajamento.

Mas a verdade é que já não era sem tempo essa reação! Não é de hoje que São Gonçalo vem sofrendo calada toda sorte de impropérios. Sendo denegrida impiedosamente, não só por uma parte da "burguesia" niteroiense, mas também pelos cariocas, que têm uma péssima impressão da gente.

E é nessa questão que eu quero me ater agora...

De fato, a nossa realidade e a imagem propagada não são mesmo das melhores. As pessoas não mentem quando afirmam que a nossa cidade é feia, suja, desorganizada e atrasada. Nós também a achamos. Tanto é que tem muitos gonçalenses só esperando melhorar de vida para zarparem daqui.

Consciente dessa triste verdade, agora eu vejo que essa polêmica tinha que ter acontecido mesmo. Além de ter revelado o preconceito vil de nossos vizinhos em relação a nós – porém não devemos generalizar, pois eu sei que há niteroienses de níveis elevadíssimos que repudiam esse lixo de pensamento –, ela acabou chamando a atenção também para a nossa deprimente realidade.

Embora eu não tenha gostado nadinha dos comentários de certos niteroienses (na matéria “Wolney Trindade deixa o cargo após declaração polêmica”), tenho que admitir que alguns falaram umas verdades sobre fatos da nossa cidade que merecem ser discutidos aqui.

Vejamos:

"Elizabeth - 24/10/2011 - 23:03

Ao Domício Guarte, se todo riquinho de são gonçalo vai morar em Icarai,é prova de que eles sente vergonha de sua cidade, pois quem ama sua terra, não quer sair de lá. A cidade de são gonçalo é totalmente abandonada pelos seus governantes e seu povo deveria cobrar desculpas a eles, por não honrarem os votos de sua população."


"Gilson da Costa Werneck - 25/10/2011 - 10:41

Quem perdeu com essa saida, foi Niterói, que é a cidade que fazemos parte, fica a dúvida: Que temos haver com São Gonçalo, ela é problema dos politicos de lá, que precisam daqueles votos, eles não ligam pra lá e pq nós devemos ligar? Que palhaçada do governo, perder um servidor tão competente e interessado nos problemas da cidade como o Volney."


"Tony - 25/10/2011 - 10:54

E têm mais , não moraria no Rio nem de graça , cidade violenta e suja , tenho orgulho de niterói e não troco a MINHA CIDADE por nenhuma outra no MUNDO !

É isso que falta ao povinho de SG, amor a cidade deles e dignidade de defendê-la."


Vamos agora a uma pequena análise sobre os fatos observados acima pelos nossos vizinhos:


Políticos indiferentes


A melhor forma de avaliar a classe política de uma cidade é observando a realidade do lugar. Ela confirma se a administração foi ou está sendo boa ou ruim.

No nosso caso, infelizmente, é fato, que o nosso município não teve muita sorte com os seus políticos. Basta ver a estagnação econômica e a falta de investimentos em áreas importantes como saúde, educação, transportes e saneamento básico, nas últimas décadas.

O que deixa muita gente frustrada é saber que a nossa cidade, no passado, já foi chamada de Manchester Fluminense e, hoje, amarga o título de a maior cidade-dormitório do país! Realmente não dá para entender como deixaram isso acontecer. É muita incompetência política para um lugar só, meu Deus do céu!

Onde estavam os políticos da época que não brigaram pela permanência das indústrias no município? E por que os outros prefeitos, de lá pra cá, não ofereceram incentivos fiscais para novas fábricas se instalarem em nossas terras?

Por que não investiram em infraestrutura para evitar as grandes mazelas que hoje tanto nos envergonham quando aparecem na TV? Há 30 anos não tinhamos essa super população atual. Era mais fácil para solucionar os problemas...

Por que não investiram também em turismo com tantas belas regiões e fatos históricos que temos?

É impressionante como deixamos de avançar todos esses anos atrás.

Se São Gonçalo atualmente está atrasada em relação a outras cidades do mesmo porte e até menores, que estão anos luz a nossa frente, é graças a falta de visão e de comprometimento de seus políticos.

Hoje, o progresso se faz presente graças ao reflexo do crescimento econômico do Brasil – que o país vem sendo beneficiado desde os últimos três anos do governo Lula –, à construção do Comperj em Itaboraí, que vem impulsionando o mercado imobiliário na região e aos investimentos dos governos estadual e federal.

E para não ser injusto com a prefeita Aparecida Panisset, não podemos negar que ela tem se esforçado para deixar a cidade com um aspecto mais apresentável. Porém, em algumas regiões ela tem deixado a desejar, principalmente em Alcântara, onde a desordem urbana e a sujeira imperam.

O que está faltando aos nossos políticos é mais amor pela cidade. Isso não sou eu quem diz, é a população que afirma.


População indiferente


Apesar de os políticos serem eleitos para nos representar, não podemos jogar toda a culpa do atraso gonçalense nas costas dos parlamentares. A população também tem a sua parcela de culpa.

Se São Gonçalo tivesse uma população mais politizada e conscientizada de seus direitos, e viesse cobrando, desde sempre, mais atenção dos políticos com a região, sem dúvida alguma, a cidade teria se desenvolvido mais.

O povo precisa se conscientizar que ele é o patrão dos políticos, que é o que elege e paga o salário dos parlamentares, portanto, tem todo o direito de cobrar qualidade no serviço do presidente, dos governadores, deputados, prefeitos e vereadores.


Juntos por São Gonçalo


Se queremos uma cidade vibrante, pujante e empreendedora, o momento é esse para darmos o pontapé inicial. Mas o individualismo mental tem ser deixado de lado imediatamente.

Em se tratando de coletividade não existe sucesso individual. No corpo social, os resultados positivos dependem de esforços coletivos. Se quisermos dar dignidade a São Gonçalo e ao seu povo, e defender o nosso município em todos os aspectos, é fundamental que a sociedade gonçalense se una imediatamente ao pensamento de modernidade.

Se cada indivíduo, estudante, dona de casa, político, empresa, enfim, cada segmento da sociedade, fizer a sua parte no desenvolvimento desse novo pensamento, brevemente, São Gonçalo será vista com outros olhos.

Se quisermos ser respeitados e vivenciarmos uma nova realidade, temos de dar um basta a cultura provinciana e ao complexo de inferioridade.

Está na hora de nos posicionarmos com brio e altivez!

Essa polêmica foi uma verdadeira benção para todos nós. Despertou o nosso sentimento de orgulho gonçalense.

E para que esse orgulho aumente cada vez mais, é necessário que voltemos todas as nossas atenções para a cidade. É importante que valorizemos a nossa gente, cultura e história. Que cuidemos mais do nosso quintal.

Vamos lutar todos juntos pelo desenvolvimento de São Gonçalo e defendê-la com unhas, garras e dentes! Não vamos mais aceitar desaforos, todos agora terão que nos respeitar!

Essa nova mentalidade é que será responsável pelo surgimento de uma São Gonçalo mais vigorosa e moderna.

E podem escrever o que eu digo abaixo:

Aqueles que hoje sentem vergonha de dizer que moram aqui, amanhã sentirão orgulho e encherão os peitos para afirmar: “Moro em São Gonçalo!”

E aqueles que desejam ir embora, amanhã não vão querer mais.

O responsável por toda essa mudança será o teu, o meu e o pensamento de todos os gonçalenses unidos em prol de São Gonçalo!

Juntos, construiremos uma cidade melhor! Se Deus quiser e Ele quer!

A música abaixo é para refletir sobre um novo amanhã gonçalense.


Guilherme Arantes

Amanhã!
Será um lindo dia
Da mais louca alegria
Que se possa imaginar
Amanhã!
Redobrada a força
Prá cima que não cessa
Há de vingar
Amanhã!
Mais nenhum mistério
Acima do ilusório
O astro rei vai brilhar
Amanhã!
A luminosidade
Alheia a qualquer vontade
Há de imperar!
Há de imperar!

Amanhã!
Está toda a esperança
Por menor que pareça
Existe e é prá vicejar
Amanhã!
Apesar de hoje
Será a estrada que surge
Prá se trilhar
Amanhã!
Mesmo que uns não queiram
Será de outros que esperam
Ver o dia raiar
Amanhã!
Ódios aplacados
Temores abrandados
Será pleno!
Será pleno!


10 comentários:

  1. Eu também fico muito triste por São Gonçalo ter perdido anos de oportunidades. O povo gonçalense tem que aprender a votar. Não podemos aceitar mais tanto descasos com a nossa cidade. Parabéns, Wagner, você fez uma ótima análise da nossa realidade e ainda apresentou uma saída para sairmos da atual condição.
    Forte abraço, Luiz Santana

    ResponderExcluir
  2. Bravooo! Bravíssimo! Me coloco de pé para aplaudir textos assim!
    Melhor seria se pudéssemos publicá-lo em um outdoor para que todos os gonçalenses pudessem ler e refletir. Aliás, em vários painéis pelas estradas, na Ponte Rio-Niterói, em cada bairro da cidade!
    Vamos lá! Alguém já disse que o caminho não está feito, ele se faz ao andar!

    ResponderExcluir
  3. Prezada Leila,

    a cada dia que passa fico mais feliz com a reação entusiasmada dos gonçalenses que desejam também vivenciar uma nova realidade para São Gonçalo.

    Estou orgulhoso desse movimento que está nascendo a favor de nossa cidade. Temos que contagiar a todos, pois a força do pensamento tem poder para fazer as coisas acontecerem.

    Obrigado pelo reconhecimento!

    Abs.

    ResponderExcluir
  4. Olá Vagner!
    Também acredito nesse resultado em conjunto!
    E para mim o amor pela cidade em que nascemos é essencial. Afinal, temos raízes e muita história de vida nesse solo.
    Se deixássemos de lado as diferenças de crenças, de filosofia de vida e principalmente se as pessoas se libertassem da dependência doentia que alimenta toda uma politicagem suja que conhecemos bem, poderíamos então começar uma transformação social maravilhosa!

    ResponderExcluir
  5. Mas não é bem assim amiga, o povo foi contra o que fizeram com a praça e deu em nada. Tudo comprado. Como um Juiz libera uma coisa dessas.Acabar com a história do Alcântara. Então esse resultado em conjunto muita das vezes não resolve.

    ResponderExcluir
  6. Bem, amiga Rose Macedo, quando digo em resultado em conjunto, não significa "fazer manifestações, abaixo-assinados, passeatas, etc"
    Não acredito nesse tipo de coisa! Para mim, isso não passa de instrumento de manipulação de uma meia dúzia com a cabeça do povo!
    O que quero dizer é que se cada um, independente de religião, se comportar com honestidade, transparência nos negócios na vida particular ou pública, não aceitar e nem oferecer suborno (aquelas "facilidades" para resolver processos, etc), cuidar de seu próprio espaço com zelo, não jogar lixo na rua, reciclar o lixo doméstico, educar os filhos para serem "gente" em primeiro lugar, não tentar transferir a responsabilidade da formação de caráter dos filhos para os professores, parar de achar que o governo é obrigado a sustentá-lo, respeitar o próximo e muitas outras práticas simples de qualquer ser humano, então as coisas podem começar a funcionar naturalmente.
    Quero repetir aqui que não é a política que vai mudar essa cidade!
    Vejo muita hipocrisia moral e social nessas situações.
    As pessoas têm comportamentos totalmente reprováveis e depois vão às ruas para realizarem manifestações e passeatas contra a corrupçao! Não faz o menor sentido!
    Então, amiga, fica aí a dica para que todos repensem o que está errado.
    Se plantarmos abacaxi, nunca iremos colher maçã!

    ResponderExcluir
  7. Sou Gonçalense, mas tenho vergonha deste lugar.
    São Gonçalo é sinônimo de LIXÃO.
    A maioria dos gonçalenses é mal-educado, porco, ignorante, dissimulado, egoísta, arrogante etc.
    Como eu não sou porco para viver no lixo.
    Como eu não sou porco para viver no lama.
    Como eu não gosto de gente mal-educada... Vou me mudar deste pandemônio...

    ResponderExcluir
  8. Esse é o problema, ao invés de querer melhorar a cidade, a maioria tem esse pensamento idiota do(a) leitor(a) aônimo(a) acima. Aposto que ele(a)é uma das pessoas imbecis que quando perguntadas onde moram, ao invés de responder "em São Gonçalo", responde "Niterói". Lembre-se onde você mora não diz o que você é, mas o que você é diz o que é a sua casa. E o(a) leitor(a) com esse pensamento pequenino não é melhor que as características descritas acima...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns,faço das suas as minhas palavras!!!

      Excluir
  9. Cara se pudesse. eu seria prefeito. de São Gonçalo. mas a minha família. E meus amigos nao me apoiam dissem q eu sou maluco q quero mudar tudo o q encontro pela frente. maS essa cidade. sempre esteve em meu coração. Irei lutar para mudar a realidade dela
    chega de preconceito injustiça. iremos para frente chega de atraso !

    ASS PHCG

    ResponderExcluir