sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Sem a presença dos black blocs, PSOL participa de protesto contra o aumento de passagens em São Gonçalo


Depois de o partido ter ficado no olho do furacão por sua suposta associação com os black blocs – discussão essa que veio à tona com a morte do cinegrafista Santiago Andrade, atingido por um rojão lançado pelos mascarados, numa manifestação no Rio de Janeiro – o PSOL participou, ontem (20/02), do terceiro protesto contra o aumento das passagens de ônibus em São Gonçalo.  E dessa vez, sem a companhia do violento grupo.

Cerca de 100 pessoas, entre elas, militantes psolistas e do PSTU, e alguns estudantes do ensino médio (recrutados na hora) participaram da passeata política que, teve início na Praça Zé Garoto e terminou nas escadarias da Prefeitura, onde os manifestantes gritaram palavras de ordem contra o Consórcio São Gonçalo de Transportes (Auto ônibus Alcântara, Asa Branca Gonçalense, Expresso Tanguá, Icaraí, Rosana, Viação Estrela, Galo Branco, Mauá, ABC, Fagundes, Coesa, Expresso Rio de Janeiro, Rio Ita) e exigiram que o prefeito Neilton Mulim cumpra já a sua promessa de campanha de baixar a passagem para R$ 1,50. Sobre a promessa de campanha, vale lembrar que o governo municipal já informou que a Tarifa Social de R$ 1,50 será implantada até o mês de junho deste ano (veja aqui).

Marcelo Freixo quer PSOL longe dos black blocs

Numa entrevista concedida essa semana ao jornal O Dia, a principal estrela do partido, o deputado Marcelo Freixo falou com veemência sobre a necessidade do PSOL se afastar dos black blocs:

“Vai ter que ser possível. Tem que se afastar. Como vão fazer eu não sei. Mas é fundamental que o Psol se diferencie. O Psol não participou desses atos violentos. Mais do que nunca, o cuidado tem que ser redobrado para que não possa participar de atividades com essa característica. Quem quiser ter esse método que arque com as consequências. O Psol não pode ter nenhum risco de ser confundido com isso. Tem que organizar a sua pauta. Não tenho fórmula para dizer como eles vão se diferenciar. A solução não é não ter manifestação, a solução não é não ir para as ruas”, respondeu o deputado a pergunta dos repórteres ao questionarem sobre uma eventual impossibilidade do afastamento acontecer. Veja a entrevista na íntegra aqui.

O Território Gonçalense não tem nada contra o deputado Marcelo Freixo, mas lamentamos que o principal nome do partido só tenha se manifestado com veemência somente agora contra os atos violentos dos black blocs. Isso só aconteceu porque ele teve o seu nome envolvido na polêmica criada em torno da morte do cinegrafista da Band. Até então, por mais que ele negue, o PSOL tinha, sim, uma certa tolerância com a tática agressiva dos mascarados que tocavam o terror nos protestos. O professor de Ciência Política Antônio Lassance comentou com muita propriedade sobre essa questão (veja aqui).

Abaixo, imagens do protesto de ontem registradas por Rodrigo Barrenechea, da Agência de Noticias Alternativas (ANOTA).






Presidente do PSOL-SG e pré-candidato a deputado estadual, Prof. Josemar, discursando contra o aumento das passagens e questionando o Consórcio São Gonçalo 

4 comentários:

  1. PAULINHO DO ALCÂNTARA21 de fevereiro de 2014 17:44

    PSOL E BLACKS BLOCS TUDO A VER. SÓ ESTÃO SEPARADOS AGORA PORQUE O BICHO PEGOU. ESSE PARTIDECO DO FROUXO ESTÁ ACABANDO COM ITAOCARA. MINHA TIA QUE MORA LÁ ME CONTOU QUE FALTA POUCO PRO POVO TIRAR O TAL PREFEITO DO PIÇOL DA PREFEITURA.

    ResponderExcluir
  2. Paulinho do Alcantara boa tarde,nao e o partido e sim o Governador ,ou a presedenta Dilma,esta Intidade so vao liberar verbas para Itaocara,guando este municipios alcançar a marca de 1,400,000,000 ou der apoio ao partido do PT ou PMDB foi uma perda muito grande para a polica e seus eletores guando perdemos o nosso politico NACIONALISTA BRISOLA,me lembro que foi ele quem incampou as empresa de onibus na sua gestao,agora nao tem mais partido de oposiçao,concordo com voçe que o psol ainda esta muito cru vou votar no Josemar,se ele nao fizer nada por SG e porque nao teve o apoio do Governador,ou da presidenta Dilmar,intao Itaocara se voçes querem que sua cidade creça fazem filhos,para chegar a marca de 1 milhao intao voçe vao receber polico e filhos de politicos como o deles o Cabralsinho,filho da reincarnaçao dp Pedro alves Cabral,que e o serginho Cabral,ESTA AMARADO NUNCA MAIS,revoltado de SG

    ResponderExcluir
  3. O,Agora eles estao com medo dos BLECKS BLOCS,guando na epoca da DITADURA( eles que estao no poder)eles botarao pra quebra,ate um Embaixador Americano potaram em cativero, O PMDB sempre foi um partido encima do murro seus politicos so querem mamar na tetas ,nunca peitaram os militareso que nao deu mais para segurar a ditadura foi a pressao dos estados unidos,o pais nao creciaP nao estou copriendendo nada,agora eles estao dizendo que estamos numa demo-cracia,democracia pra eles ou para nos? estou com 61 anos nao estou vendo o que eu pedia em 64,67,83,90 sou contra a quebradeira dos BLECK,mais sou afavor da revoluçao dos Jovem,entao JOVEM VOÇES SAO A PRIMAVERA DA VIDA ASS;REVOLTADO DE SG OBS NAO SOU POLITICO E NEM QUERO SER.o que eu quero e um estado um municipio e um pais melhor

    ResponderExcluir
  4. Com a passagem a 2,80 os ônibus já são umas carroças imagine a 1,50.

    ResponderExcluir