terça-feira, 22 de abril de 2014

Faustão não foi racista com a gonçalense Arielle Macedo

Anitta, sua bailarina Arielle Macedo e o apresentador Faustão num quadro exibido em agosto/2013 e reexibido no último domingo,  e que provocou grande polêmica nas redes sociais - Foto: Reprodução

Antes que me acusem também de racista, gostaria que os leitores conferissem nos links abaixo as matérias que já foram publicadas pelo Território Gonçalense sobre a cultura negra:







E confiram também todas as matérias da defesa aguerrida que o TG fez em prol do terreiro de Umbanda, em Neves (vejam aqui).

Pois bem. Como vocês podem ter observado, o Território Gonçalense sempre prestigiou a cultura negra, portanto, ninguém pode acusar o blog de racista, certo? E eu, Vagner Rosa, particularmente, adoro a música, a culinária, a arte, a beleza, a sensualidade, enfim, tudo que esteja relacionado com a negritude linda do meu país, eu amo.  E é justamente por eu não ter nenhum tipo de preconceito racial que estou achando uma tremenda besteira essa polêmica que foi criada nas redes sociais envolvendo o apresentador Fausto Silva e a bailarina da cantora Anitta, Arielle Macedo. Na minha opinião, em nenhum momento o Faustão foi racista com a nossa belíssima gonçalense. Ele se referiu ao cabelo dela “vassoura de bruxa” em tom de brincadeira e nada mais que isso (assistam a cena que revoltou os ativistas aqui).

E tampouco vi qualquer atitude preconceituosa por parte do apresentador global em relação a raça negra. O que estou vendo agora é só um mimimi bobo nas redes sociais! Sei que a comunidade do Facebook Cacheando em Salvador, onde começou toda a polêmica, pensa diferente. Só que eu acho que se continuar assim, daqui a pouco, ninguém vai poder chamar mais, de forma carinhosa, uma outra pessoa de negão, neguinha, pretinho... será o fim dos relacionamentos fraternais, inocentes e sem maldades. Vale ressaltar que o Faustão falou em tom de brincadeira e não de maneira ofensiva e hostil. Aliás, ele sempre foi brincalhão na TV. 

Clique aqui para conhecer a página onde começou toda a polêmica

Um fato que também me chamou a atenção é que o Faustão fez o tal comentário em agosto do ano passado, portanto, faz oito meses que ele disse que a menina tem “cabelo de vassoura de bruxa”, e só agora é que os ativistas resolveram gritar contra o apresentador??? Pelo jeito, nem mesmo a nossa Arielle Macedo se ofendeu com a brincadeira, pois esse tempo todo ninguém tomou conhecimento de qualquer reclamação da bailarina sobre o episódio. Vale ainda destacar que, na época, o que criou polêmica nas redes sociais e na internet foi a declaração que ela fez sobre o pum da Anitta e não o que o Faustão disse sobre o seu cabelo. Confiram abaixo:

Uma página de pesquisa do Google dos 39.100 resultados sobre o pum da Anitta revelado pela bailarina em agosto/2013

Outro fato que chamou a atenção na época também é que a cantora teria ameaçado demitir a bailarina por causa da revelação sobre o tal pum. Observa-se que nada foi comentado sobre o comentário do apresentador em relação ao cabelo da Arielle, ou seja, não houve nenhuma polêmica (ativistas se manifestando) sobre a brincadeira "racista" do Faustão com a gonçalense.

Confira a matéria na íntegra aqui

Leia a matéria na íntegra aqui

E voltando a gritaria sem sentido dos ativistas de “plantão” – que na verdade não estão de plantão, pois se tivessem teriam percebido o comentário do Faustão no ano passado –, a pergunta que eu faço é: o que eles queriam? Que o cabelo da Arielle passasse despercebido? Se ela não quisesse chamar a atenção que usasse então um outro estilo de cabelo, não é mesmo? Eu, particularmente, gosto do penteado dela. A Arielle é a bailarina que mais se destaca no palco ao lado da Anitta. Além do penteado descolado, ela é uma gonçalense muito bonita e talentosa!

E para encerrar, na minha opinião, o Faustão não tem que pedir desculpas de nada. A não ser que a Arielle venha a público e diga que durante todo esse tempo (de agosto do ano passado até agora) ela vem se sentindo ofendida com a brincadeira do apresentador. Se ela tem realmente se sentido ofendida, então, eu concordo que ele peça desculpas a dançarina. Caso contrário, tudo não terá passado de um mimimi midiático bobo e atrasado.


Globo nega "racismo" do apresentador

A assessoria de imprensa da TV Globo afirmou que Fausto Silva não teve a intenção de “diminuir ou ofender” a bailarina Arielle Macedo. “O apresentador sempre foi conhecido pelo seu bom humor e sua irreverência. Durante todos esses anos, seu programa ajudou a divulgar campanhas e ações pautadas na ética, na promoção e no respeito à diversidade. E sempre repudiou qualquer ato de racismo ou discriminação”, informou a emissora ao site UOL.

11 comentários:

  1. Este Faustão é ridículo, não respeita ninguém.

    ResponderExcluir
  2. É muita babaquice mesmo esse pessoal não sabe mais diferenciar o que é uma zoação e o que é preconceito. Como você falou Wagner daqui a pouco eu não vou poder nem mais chamar a minha namorada de minha neguinha e os meus amigos de viado porque tudo agora é preconceito. o mundo tá ficando muito chato, cara.

    ResponderExcluir
  3. Petista Revoltado23 de abril de 2014 13:38

    METAM LOGO UM PROCESSO NESTE FAUSTÃO. EU APOIO!

    ResponderExcluir
  4. Wagner onde assino? Excelente matéria camarada!

    ResponderExcluir
  5. ...você quis dizer: ele sempre foi imbecil, porque engraçado definitivamente ele não é.

    ResponderExcluir
  6. zoação? em um país racista desses, chamar o cabelo crespo de cabelo de bruxa é RACISMO aberto... ficar minimizando esse tipo de agressão absurda é colaborar com o racismo!
    veja as revistas nas bancas, quantos tem cabelo crespo, e verá como essa midia é racista, e valoriza o padrão branco...

    ResponderExcluir
  7. Vagner quem disse que essa garota não se ofendeu com a piada de mau gosto do nojento do Faustão. Veja ai o desabafo que ela deu no facebook dela. “Sobre o episódio do Faustão de ontem… fico muito feliz pelo carinho e por de alguma forma vcs me defenderem! Se me
    ofendi… claro, na hora sim! Mas apelidos é o q mais recebo por aí na rua. Só que eu tenho a minha forma de me manifestar quanto a isso. O cabelo é meu, a vida é minha e me acho linda, e isso é o mais importante! Não me deixo oprimir por nada e nem opinião de ninguém! E se vc se sente bem com isso é assim q deve agir. Enquanto isso estou andando por aí com meu “cabelo de vassoura de bruxa” que eu amo. E que me desculpem as pessoas normais oprimidas pela sociedade. É, eu não sou normal! O racismo sempre vai existir ele se fortifica quando nos sentimos ofendidos . Se estou bem e certa de que eu sou, dana-se a opinião dos outros! Apenas intensificarei minha água oxigenada! Aceita que dói menos!”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já tinha visto esse desabafo dela ontem num site. Eu ia publicá-lo nesta matéria, mas como ela removeu de sua página do Facebook, preferi então não incluí-lo no texto. Mas eu estou achando essa história toda muito esquisita. O Faustão fez o comentário sobre o cabelo dela em agosto/2013 e por que somente agora é que ela se manifestou dizendo que ficou ofendida com a brincadeira do apresentador? Por que não reclamou na época? E por que ela removeu o seu desabafo horas depois que publicara em sua página do Facebook? E onde estavam os ativistas que não gritaram também na época em que o Faustão fez o tal comentário? Tem muita contradição nessa história. As informações não estão batendo.

      Excluir
  8. "Arielle é uma bailarina negra que se nega a obedecer os padrões brancos de beleza. O cabelo crespo é parte importante da identidade das mulheres negras, uma forma de nos reconhecermos enquanto negras, uma forma de gritarmos "sou negra!". Ouvimos piadas como a de Faustão todos os dias quando usamos nossos cabelos em sua forma natural, exatamente pela importância que tem para a afirmação da negritude."

    http://pstusg.blogspot.com.br/2014/04/dayse-oliveira-somos-todas-arielle.html

    ResponderExcluir
  9. Aparício Fernando25 de abril de 2014 14:46

    "O pau que dá em Chico dá em Francisco." Quando aquela BBBosta foi lá e chamou as dançarinas de 'quengas' o 'Fausão' ficou todo nervosinho.

    ResponderExcluir
  10. Depois, quando o país inteiro ficar igual Sacta Catarina (negro anda com negro e branco anda com branco), ou pior, igual aos EUA (bairro de negro, bairro de branco), aí quero ver alguém reclamar... não pode falar nada? Daqui a pouco vão querer processar alguém que falou "você é negro" para preencher inscrição de cotas na universidade. Menos, gente... Menos...

    ResponderExcluir