quinta-feira, 29 de maio de 2014

Finalmente a Prefeitura apresentou um projeto de recuperação para o Viaduto do Alcântara


Pois é, não podemos deixar mesmo, de forma alguma, que aconteçam novas tragédias no viaduto do Alcântara como a que aconteceu na última segunda-feira (veja aqui). E, finalmente, parece que a Prefeitura de São Gonçalo se conscientizou disso. Antes tarde do que nunca, não é mesmo? Pois bem. O secretário de Comunicação Social, Sandro Almeida, agora à noite, em sua página do Facebook, apresentou o projeto para recuperação do Viaduto do Alcântara.

Segundo ele, o projeto tem como objetivo instalação de guard rail, recuperação dos taludes e estrutura, nova pintura, nova iluminação, além de instalação de um posto para guarda municipal. 

O projeto será entregue ao Presidente do DER-RJ Henrique Alberto Santos Ribeiro, para que o departamento possa tomar as medidas necessárias para que outros acidentes não venham a se repetir.”, afirmou o secretário.

Esperamos que o governador Luiz Fernando Pezão aprove imediatamente este projeto e o execute o mais rápido possível. O Território Gonçalense vai ficar de olho e vai cobrar!

Abaixo, mais imagens do projeto:




Secretário de Comunicação Social, Sandro Almeida, mostrando o projeto a uma jornalista - Foto: Divulgação

Governador Pezão, por favor, não queremos ver mais essas imagens abaixo se repetindo em Alcântara:


Acidente com a kombi em 17/01/2012 - Foto: Vagner Rosa
Acidente com a Kombi em 17/01/2012 - Foto: Vagner Rosa

Gol que caiu do viaduto em 26/05/2014 - Foto: Internet

Gol que caiu do viaduto em 26/05/2014 - Foto: Internet

Vítimas do acidente do Gol que caiu do viaduto em 26/05/2014 - Foto: Internet

Vítima do acidente do Gol que caiu do viaduto em 26/05/2014 - Foto: Internet

Vítima do acidente do Gol que caiu do viaduto em 26/05/2014 - Foto: Internet

15 comentários:

  1. Excelente iniciativa! Ponto para a prefeitura.

    Mas, claro, ainda não é o suficiente. Os acessos ao bairro ainda têm muito o que melhorar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Projeto não deixa de ser bom, mas será que eles são tão burros assim ao ponto de não saber que a simples colocação de um radar lá em cima seria o suficiente agora no momento para resolver o problema?

      Excluir
    2. Se eles insistirem em colocar um radar de 50 km/h enquanto os motoristas trafegam normalmente a mais de 80 km/h, talvez não seja uma solução por conta de freadas bruscas. A vida tem que ter proteção, de qualquer forma.

      Excluir
  2. Publiquei as fotos no SSC:

    http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?p=114430819#post114430819

    ResponderExcluir
  3. O Projeto é Muito Importante , esperamos que a Fundação DER-RJ , aprove esse "Projeto" , isso é Mobilidade Urbana , tá na hora de buscar parceria com o Governo Federal , pois o Projeto de Construção do Viaduto da Entrada do Bairro de Jardim Catarina , existe há mais de 20 anos , mais nunca saiu do papel , segundo a própria Fundação DER-RJ , Informa que está dependendo da aprovação do TCE , Sendo orçado em aproximadamente R$: 52.000,000,00 (Cinquenta e dois Milhões de Reais) , Acreditamos tudo é possível .

    ResponderExcluir
  4. Pra consertar uma mureta, precisa de projeto? O que é isso minha gente? É muito estranho apresentarem uma solução poucos dias após um grave acidente. Para um leigo, podemos até achar que a prefeitura já estava elaborando a meses esse "projeto", mas todos nós sabemos que qualquer expert em informática, faria isso em poucos dias. É claro que a prefeitura quis dar uma resposta às inúmeras críticas quanto ao descaso pela falta dessa mureta e arrumou um jeito rápido para enganar as pessoas. Mesmo a responsabilidade sendo do DER, a prefeitura poderia ou teria, melhor dizendo, que ter feito essa mureta que a meu ver, não seria muito caro. Poderia até usar o dinheiro extorquido do Pátio Alcântara (que não foi pouco - R$ 2.700.000,00) para fazer isso. Mas não fez. Segurança do seu povo em primeiro lugar. Faria a mureta e depois entregaria esse "projeto" ao DER com toda sua cor azul berrante cafona e dar três pulinhos, rezar 20 Pai Nossos + 15 Ave Marias e torcer para o DER aprovar e executar digamos...... daqui uns 2, 3 anos e enquanto isso, o "buraco" continua lá. Faça-me o favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A prefeitura não pode fazer obras ali, é responsabilidade do DER.

      Excluir
  5. Não entendo como certas coisas caem na conta do Município. Neste caso, entende-se que o omisso é o DER-RJ juntamente como descaso do Estado em cuidar de suas Estradas. Sendo o viaduto de Alcântara parte integrante da RJ-104, a manutenção é responsabilidade do DER-RJ que, aliás está em péssimas condições em todo o trecho. Apresentar um projeto ao DER-RJ que depende da liberação de verbas de um Estado falido, em total declínio político (PMDB/PT), creio que só virá uma pá de cimento, um pouco de areia para tapar a mureta quebrada. Deveriam fazer uma mureta nos moldes da Ponte Rio-Niterói, colocar limitadores de velocidade e um asfalto de qualidade ou, derrubem e façam um outro mais seguro. Se tudo dependesse da Prefeitura ficaria mais fácil de realizar e cobrar.
    Francisco Neves - Nova Cidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Francisco, vou dar um exemplo simples: Imagine que você comprou uma casa com um quintal grande. Anos depois descobre que por ele passa um cano de esgoto da casa do seu vizinho dos fundos e esse cano estoura e começa a vazar esgoto por todo seu quintal, mas o vizinho é um FDP e se recusa a realizar o conserto. O que você faz? Deixa o esgoto dos outros vazando no seu quintal ou você conserta porque essa situação é nociva às pessoas que transitam e vivem na sua casa? O mesmo acontece com esse viaduto. Essa mureta. O problema não é da prefeitura, mas quem de direito (DER) não está nem aí com isso e a prefeitura não pode simplesmente fechar os olhos para essa situação perigosa. Provavelmente você entraria na justiça contra seu vizinho, mas não esperaria o resultado da justiça para realizar o reparo. A prefeitura tem a obrigação moral de zelar pela segurança de seu povo.

      Excluir
  6. Desculpe Bruno, mas esse esgoto seria totalmente vedado do meu lado e o vizinho deveria arrumar outro caminho para levar suas M-----. Quanto ao Viaduto, o Município pelo princípio da hierarquia e responsabilidade não pode intervir por conta própria. Certas coisa não dá para colocar na conta do Município. O Estado é o responsável. O coco do vizinho volta para casa dele!
    Francisco Neves - Nova Cidade

    ResponderExcluir
  7. Eu estou casado de ser enganado, esta na cara de muita gente, a imagem e mera ilustrada,as fotos do viaduto de alcantara me parece um albun de figurinha,ali mostra duas pessoas e uma van,e as ruas limpa, nao parece nem o alcantara do Brasil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PAULINHO DO ALCÂNTARA4 de junho de 2014 15:06

      PELO MENOS FOI APRESENTADO PROJETO DE RECUPERAÇÃO, COISA QUE A OUTRA SENHORINHA DO CABELO VERMELHO NÃO TEVE CORAGEM NEM DE FAZER DEPOIS DO ACIDENTE COM AQUELA KOMBI QUE FICOU PENDURADA. A INVEJA É UMA MERDA MESMO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!KKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
  8. Francisco, você não conseguiu captar a essência do meu exemplo, tudo bem. Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Enquanto não fizerem retornos na entrada do coelho e em frente a UPA, utilizar o viaduto para quem chega dos bairros acima de Alcântara com descida de pedestres e ônibus intermunicipais podendo desembarcar e embarcar passageiros e seguir pelo viaduto, não vai mudar muita coisa.

    ResponderExcluir
  10. Sou a favor da derrubada do viaduto que já é antigo e nada agradável (aparentemente) e o alargamento das vias dentro do Alcântara que correspondem ao trecho do mesmo naquele bairro. Tipo a Alameda só que com 4 faixas em cada sentido. Vale lembrar que o DER RJ é um órgão ausente quando o assunto é resolver os problemas. Mas quando o assunto é "punir" "multar" eles encontraram métodos rápidos, tem veículos com radares móveis para faturar dinheiro em cima da população. Arrecadar é o lema deles. No caso do Jardim Catarina (assunto citado anteriormente) sou a favor de uma solução rápida. Fazer do retorno uma rotatória, solução que estou para providenciar junto ao DER RJ para os trevos de Vista Alegre e Marambaia.

    ResponderExcluir