sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Secretariado do Governo Mulim frustra aqueles que esperavam por uma renovação total na Prefeitura


Reunião do prefeito Neilton Mulim com o seu secretariado - Foto: Nathália Félix/OFLU

É fato: agradar a todo mundo é uma tarefa pra lá de difícil, principalmente no campo político – onde os acordos e apoios políticos determinam o jogo.

O secretariado do novo prefeito de São Gonçalo, Neilton Mulim, por exemplo, não agradou a todos.

Alguns nomes escolhidos pelo prefeito frustraram aqueles que esperavam uma renovação total na Prefeitura.

Nomes como Dora Cordeiro, Meio Ambiente; Carlos Ney, Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, e Michel Portugal, Cultura e Turismo, por exemplo, participaram do Governo Panisset, porém, é importante destacar que esses ao saírem da gestão anterior passaram a apoiar Mulim para prefeito.

Agora, o que vem mesmo chamando a atenção pela incoerência é a permanência de Joaquim de Oliveira à frente da secretaria de Esporte e Lazer.

Ligado ao jornal O São Gonçalo, a nomeação dele causou estranheza justamente pelo fato de o principal diário da cidade ter ignorado praticamente o candidato Neilton Mulim na campanha eleitoral. O jornal apoiou e promoveu ostensivamente o candidato da ex-prefeita, Adolpho Konder. 


Na última quarta-feira (03/01), numa reunião com os secretários já escolhidos – ainda faltam ser anunciados os titulares das pastas de Obras, Trabalho e Segurança. –, o prefeito, além de ter prometido que anunciaria os novos nomes hoje, esclareceu também que as escolhas de seu secretariado se baseiam na competência, envolvimento e confiança.

– Vou definir até sexta-feira (hoje) os nomes dos secretários que restam ser divulgados, e que completarão a lista da minha administração direta. O critério a ser obedecido para tais escolhas se baseia no mesmo enfoque dos já divulgados: competência, envolvimento e confiança – declarou.

Confiram, abaixo, o secretariado do Governo Mulim:

Ação Social – Nivaldo Mulim
Administração – Roseli de Araújo Constantino
Antidrogas – Walter Cristie da Silva Aguiar
Cultura e Turismo – Michel Portugal
Educação – Regina Santos Silva
Esporte e Lazer – Joaquim de Oliveira
Governo – Sandro Almeida
Chefia de Gabinete – Leandro Bastos
Habitação – Alberto Carlos Porto Dias André
Desenvolvimento Econômico e Tecnologia – Carlos Ney Pinho Ribeiro
Meio Ambiente – Dora Cordeiro
Pesca Haroldo Ferreira Junior
Planejamento e Projetos Especiais – Artur Belmonte
Saúde Adir José Martins
Transporte – Daélcio Oliveira Viana
Controle Interno – Gilmar Brunízio
IPASG – José Fernando Costa de Medeiros
FIASG – Mariângela Dias Valviesse de Oliveira

9 comentários:

  1. Quem ficou no lugar de Mulim na Câmara Federal ?

    ResponderExcluir
  2. Caro Vagner não existe uma Lei criada Vereador Marlos e aprovada sobre a não contratação para qualquer cargo público na Prefeitura por qualquer cidadão que tenha ficha suja?

    ResponderExcluir
  3. ENGRAÇADO, QUER DIZER QUE O SECRETARIADO SE BASEIA NA COMPETÊNCIA, NVOLVIMENTO E CONFIANÇA. SEINCERAMENTE É UM ABSURDO. TENHO AMIGOS QUE TRABALHARAM, SÃO SUPER COMPETENTES, EXPERIENTES E O PREFEITO NÃO CONFIA NELES PARA O CARGO, MAS CONFIOU NELE PARA CORRER COM A EQUIPE DELES DE GRAÇA E AJUDAR A ELEGER ELE.
    DECEPCIONANTE.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns ao STJ do Povo o que publicaram no mural de SG, realmente o atual prefeito precisa abrir os olhos e separar os fatos para poder governar. Administrar uma cidade, é difícil, mas se em várias entrevistas o senhor disse que seu secretariado eram pessoas competentes, compromissadas e confiantes. Fica uma indignação ao Exmo Sr Prefeito de SG: Será que todos aqueles que trablharam para arrecadar votos, afim de te eleger, são incompetentes? Será que eles não podem contar com sua confiança agora, mas pode contar com sua confiança quando precisou deles para conseguir votos no 1º e 2º turno?
    Hoje o País mudou, os eleitores não ficam calados mediante a tantos absurdos. Se estes secretários já estiveram no governo e nada fizeram , acha que fará em seu governo? Com exceção do Sec de Saúde,os demais são pessoas sem experiência,porque já provaram isto em governos passados. Ser secretário, não é coordenar campanha. A vida da população está e jogo? A passagem que iria para R$ 1,50 e já está em R$ 2,80. Se o senhor não conseguir cumprir as promessas feitas antes do seu governo com as pessoas que realmente estavam comprometidas , que foram batalharem debaixo de sol e chuva por votos sem receber nada,para sua eleição e vitória e nem muito obrigado receberam e nem mesmo em sua posse no Clube Mauá o senhor agradeceu a Deus e ao Povo, mas agradeceu a sua família e aos parlamentares, ficará difícil acreditar em ti nos próximos 4 anos. Não trabalhei para o senhor, porque já me decepcionei muito com a política, mas cumpra o que o senhor prometeu, é muito triste a pessoa ficar esperando e nada acontecer. Busque o currículo dos seus secretários e pense que os parlamentares não te elegeram e sim o POVO DE SG.PENSE NISSO E REVEJA SEUS CONCEITOS E IDÉIAS.

    ResponderExcluir
  5. Gente, eu também não entendi o Neilton ter escolhido pessoas que já estiveram no secretariado da prefeita Aparecida Panisset e que não fizeram absolutamente nada. Que critério ele usou para nomear essa gente??? Estou muito confiante neste governo, mais alguns nomes desse secretariado foi uma pisada de bola feia.

    ResponderExcluir
  6. O prefeito Neilton Mulim vai ter ainda muita dor de cabeça, são muitos os desafios. Sobre essa questão da passagem de R$ 1,50 que ele prometeu na campanha, o povo tem que entender que não é assim de uma hora para outra. E além do mais, ele não prometeu passagem reduzida logo no inicio do governo. Quem cobrar isso dele agora estará fazendo uma oposição burra. Tenho dito! Francisco de Assis Santos Menezes

    ResponderExcluir
  7. ESTE É O POVO DE CONFIANÇA DO PREFEITO,UM PEDAÇO DE APARECIDA,OUTRO DE CHARLES E OUTRO DE GRAÇA. ISSO QUE É TIME.
    Com a nomeação de titulares para Saúde e Pesca, já estão definidos 20 secretários. Os nomeados no primeiro dia de governo foram: Luiz Braga (Fazenda), Nivaldo Mulim (Desenvolvimento Social), Roseli de Araújo (Administração), Regina Santos Silva (Educação), Carlos Ney (Desenvolvimento Econômico), Alberto Carlos Diaz André (Habitação), Dora Cordeiro (Meio Ambiente), Artur Belmont (Planejamento e Projetos Especiais), Joaquim de Oliveira (Esporte e Lazer), Antonio José Sobrinho (Urbanismo), Michel Portugal (Cultura e Turismo), Walter Aguiar (Anti-drogas), Daelson Oliveira (Transportes), Sandro Almeida (Governo), Leandro Bastos (Chefia de Gabinete), Fernando Medeiros (Seguridade Social), Gilmar Brunízio (Controle Interno e Augusto Cesar Lima (Procuradoria Geral).

    ResponderExcluir
  8. José Mauricio Villa8 de janeiro de 2013 10:04

    Como disse o Wagner, agradar todo mundo é dificil. Política se faz com acordos, esses nomes escolhidos pelo novo prefeito nada mais é que o resultado dos apoios recebidos na campanha. Alguns nomes também não me agradaram, mas temos que dar um voto de confiança ao novo prefeito principalmente agora com essa crise na saúde da cidade. A escolha do nome do secretário da saúde ele acertou em cheio, o Dr. Adir José Martins é um homem muito competente e sério. Acredito que ele vá tratar a saúde dos gonçalenses com muito respeito e seriedade.

    ResponderExcluir
  9. quer saber , nem eu entendi nada logar como secretario uma pessoa ligada ao jornal o são gonçalo , o tal de portugal ...kkkkkkkkkkkkk somos bestas mesmo pensando que iria melhorar , DECEPÇÃO ESSA É A PALAVRA .

    ResponderExcluir