domingo, 29 de setembro de 2013

A DECOMPOSIÇÃO DA PRAÇA DA BÍBLIA


Faltando três meses para completar um ano de existência – foi inaugurada pela ex-prefeita Aparecida Panisset em 28/12/2012, mas, por determinação da Justiça seus portões continuam fechados para visitação pública –, a Praça da Bíblia se encontra em avançado estado de decomposição. Do material vagabundo usado em seu conjunto arquitetônico, sobram agora apenas restos que tem deixado à mostra os esqueletos (estruturas metálicas) da obra.

É lamentável que o projeto da Praça da Bíblia tenha cometido tamanha desonra contra a Palavra de Deus. Vale destacar que o Território Gonçalense foi o único canal de comunicação da cidade e da região que denunciou as arbitrariedades e irregularidades observadas durante a sua construção. Além do escárnio contra as Escrituras Sagradas, estamos vendo agora como o dinheiro público foi usado numa obra que, pasmem, custou R$ 2 milhões. Só não digo que a tal praça é uma maldição porque é um termo pesado demais, mas, com certeza, bênção, ela nunca foi para a comunidade em torno.

Para que aquele espaço possa realmente se tornar uma bênção na vida das pessoas, sugiro que a Prefeitura remova o que sobrou da malfadada Praça da Bíblia (estruturas metálicas) e construa no local uma academia da saúde para terceira idade, um parquinho para as crianças, uma quadra poliesportiva, novas pistas de skate e que revogue também o nome daquele espaço para Praça Chico Mendes, desonra que jamais deveria ter sido cometida contra o mártir da natureza, que lutou pela preservação de uma belíssima obra divina: a floresta amazônica.

Penso que nunca é tarde para reparar os erros, neste caso, do governo anterior. A população gonçalense não merece conviver com esta aberração de praça!

Confiram, abaixo, imagens registradas ontem (28/09) do estado em que se encontra a Praça da Bíblia:




















Fotos: Vagner Rosa


No link, abaixo, você terá informações da cobertura completa que o Território Gonçalense fez durante a construção da Praça da Bíblia:


Leia também:





7 comentários:

  1. Aberração ou não, a responsável pela atual situação desta praça é da atual administração. Como está não pode continuar. É o nosso dinheiro que está indo para o ralo. Alô Neilton: o senhor tem que cuidar da cidade como um todo. Não somente das obras que fizer, mas também das já existentes

    ResponderExcluir
  2. Vocês estão brincando né? Aonde esta praça custou 2 milhões, gente!!!??? Essa coisa que vocês chamam de praça deve ter custado no máximo uns 200 mil. Coitado do povo gonçalense, é muito inocente mesmo. É por essas e outras que os políticos fazem a festa nesta cidade. Eu não sinto vontade nenhuma de voltar a morar ai. Prefiro ficar aqui no sul, mesmo batendo muito o queixo no frio.

    ResponderExcluir
  3. Obra ruim, manutenção zero. Poderíamos esperar outro resultado?

    ResponderExcluir
  4. Fernando Sebastião30 de setembro de 2013 12:05

    Vagner você não quis falar, mas eu digo que essa praça é sim uma herança maldita da panisset, e bota maldita nisto!

    ResponderExcluir
  5. Vergonha!!!! Dinheiro no ralo. Aparecida Panisset tem que devolver aos cofres públicos tudo que gastou neste troço que me recuso a chamar de praça e o novo prefeito tem que devolver a Praça Chico Mendes pro povo. Pelo menos uma vez na vida a justiça tem que valer pra alguma coisa nesta cidade, minha gente. Até quando o vale tudo vai imperar em São Gonçalo? O Pátio Alcântara vai inaugurar mês que vem e cadê a justiça que pediu a sua demolição? É triste viver num país onde a lei não serve pra nada.

    ResponderExcluir
  6. Esta faltando cadeia para corruptos e executivo como a panicret e o seu irmazinho marcinho,isto e uma vergunha

    ResponderExcluir
  7. O que aconteceu com a rainha das pracinhas? Logo na última praça do seu governo ela faz esse desastre? Misericórdia!

    ResponderExcluir