terça-feira, 1 de outubro de 2013

SÃO GONÇALO PODE GANHAR MUITO COM O TURISMO


A nota acima publicada ontem (30/09) na coluna do Ancelmo Gois (O Globo) mostra a importância de se investir significativamente em infraestrutura e atrativos turísticos em São Gonçalo.

Não só a Copa das Confederações como também a Semana Missionária – evento católico que antecedeu a Jornada Mundial da Juventude – serve de referência  para um estudo de investimentos na área do turismo em nossa cidade.

É fato que São Gonçalo não é uma cidade de grandes belezas, porém, temos fatos históricos importantes e pontos turísticos que bem explorados podem atrair a visita de muitos turistas. Com uma boa campanha de marketing é possível vender uma imagem muito atraente do município.

E um assunto que não pode deixar de ser discutido é a construção de uma rodoviária e de um hotel – é inaceitável uma cidade com mais de 1 milhão de habitantes não oferecer esses serviços.

São Gonçalo tem tudo para se transformar numa cidade atrativa e mudar a sua realidade para melhor. Só depende agora do despertar das visões empreendedoras para os potenciais gonçalenses.

Clique aqui para saber mais sobre a pesquisa do Ministério do Turismo “Copa das Confederações Fifa Brasil 2013 – características do público geral e da demanda turística internacional”

12 comentários:

  1. A rodoviária não só serviria para atender os turistas e a população local como também poderia ajudar a diminuir a superlotação da Novo Rio e Roberto Silveira,principalmente nos feriados prolongados.A BR 101 seria o local ideal para facilidade de acesso ao Rio de Janeiro,Niterói e Região dos Lagos.

    ResponderExcluir
  2. PAULINHO DO ALCÂNTARA1 de outubro de 2013 20:16

    SÃO GONÇALO ESTÁ PRECISANDO MESMO DE UM HOTEL. VIERAM UNS AMIGOS MEUS DO NORTE E ELES TIVERAM QUE FICAR HOSPEDADOS EM NITERÓI PORQUE AQUI NÃO TEM HOTEL. FIQUEI ENVERGONHADO COM A SITUAÇÃO.

    ResponderExcluir
  3. Pô Paulinho! Quanta deselegância! por que você não hospedou os amigos em sua casa? Isso sim é motivo para sentir-se envergonhado.

    ResponderExcluir
  4. Enquanto isso...

    Passando pela principal praça da cidade: a Praça Luiz Palmier, no centro. Aquela mesma, onde foi instalado o pau de sebo do palhaço Carequinha! Pois é, estão construindo um puxadinho na praça; Dizem que vai ser uma lanchonete. O prefeito vendeu parte da praça para a iniciativa privada.

    Parece que a ex-prefeita anda fazendo escola!

    Daqui a pouco vai começar o chororô de novo: "Eu quero a minha pracinha de volta".

    ResponderExcluir
  5. Será o Café Social da prefeitura, Anônimo. Não foi um espaço vendido...

    Voltando ao tópico:

    É realmente muito importante desenvolver o turismo na cidade, mas creio que seja mais importante, antes, entender o comportamento do turista.

    Eu imagino que os turistas que vieram à Copa das Confederações não foram a São Gonçalo em busca de atrativos turísticos. Posso estar errado e até estar passando por pessimista, mas não consigo imaginar ainda nenhhum turista saindo do Rio ou de Niterói para ir visitar, por conta própria, as fazendas, capelas e belezas naturais de nossa cidade. Acho uma utopia. Não oferecemos qualquer tipo de estrutura para isso. Nem a visita guiada agendada na Fazenda Colubandê existe mais... A Ilha das Flores talvez seja a única boa exceção.

    Muito provavelmente os turistas vieram à cidade para visitar parentes e amigos. No máximo, foram almoçar em um dos shoppings e tal... Então, talvez o foco inicial deva ser, além da estruturação dos pontos turísticos, uma forte campanha de estímulo ao turismo dos gonçalenses pela própria cidade. Passeios organizados nos finais de semana pela própria prefeitura, amplamente divulgados na cidade. Temos mais de um milhão de turistas em potencial na cidade e isso não é explorado... Não precisam de hotel ou rodoviária. Se algum morador quer levar a família para um passeio no fim de semana, precisa procurar o Rio ou Niterói, é um triste fato.

    Quando os próprios gonçalenses conhecerem e gostarem de sua cidade, o turismo acontecerá naturalmente, pela divulgação espontânea que os próprios moradores farão do lugar onde vivem e, mais ainda, gostam de viver.

    ResponderExcluir
  6. Legal! Agora os turistas terão mais um grande motivo para visitar SG: o café social da prefeitura na pracinha do Carequinha. Show de bola! Muito bem pensado, Neilton!

    ResponderExcluir
  7. Caríssimo Eduardo

    Eu respeito a sua opinião, porém, discordo da sua visão. Penso ser, sim, muito importante a construção de uma rodoviária e de um hotel na cidade. São Gonçalo tem mais de 1 milhão de habitantes, já passou da hora de os gonçalenses pensarem pequeno. Precisamos deixar o provincianismo de lado.

    Quanto à visita dos turistas a São Gonçalo, durante a Copa das Confederações, de fato, alguns podem ter vindo à cidade para visitar parentes e amigos. Mas, acredito que outros podem ter vindo por curiosidade. Eu, por exemplo, quando estive em Buenos Aires, fiz questão de conhecer a região metropolitana e bairros mais afastados da capital argentina. Quando morei na Itália e visitava Roma ou Milão, também procurava conhecer as regiões mais afastadas dessas duas importantes cidades italianas. O objetivo era para me inteirar melhor sobre a cultura local.

    Portanto, meu caro, por esses e outros motivos, é que penso ser, sim, importantíssimo que se façam investimentos na área do turismo em São Gonçalo, visando atrair não só o público interno como também o de fora. A nossa cidade tem que explorar seus potenciais e divulgar eficazmente seus atrativos através de uma boa campanha de marketing. O turismo gera renda e trabalho. E São Gonçalo precisa avançar mais e mais em todas as áreas!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  8. PAULINHO DO ALCÂNTARA8 de outubro de 2013 14:38

    AE ANÔNIMO EU NÃO HOSPEDEI MEUS AMIGOS PORQUE A MINHA CASA É PEQUENA E EU TENHO TRÊS FILHOS, IA FICAR MUITO DESCONFORTÁVEL PARA ELES.. ALÉM DO MAIS MEUS AMIGOS GRAÇAS A DEUS SÃO PESSOAS BEM-SUCEDIDAS QUE PODEM PAGAR HOTÉIS. ELES DISSERAM QUE SE TIVESSEM HOTEL EM SÃO GONÇALO PREFERIAM TER FICADO AQUI POR CAUSA DA PROXIMIDADE COM A MINHA FAMILIA. SOBRE O QUE VOCÊ FALOU DE DESELEGÂNCIA, SAIBA QUE QUEM É DESELEGANTE É VOCÊ POIS FALA BESTEIRA SEM CONHECER AS PESSOAS. É O QUE EU DIGO PARA MINHA ESPOSA QUE O QUE MAIS ENVERGONHA EM SÃO GONÇALO É SABER QUE TEM MANÉS NA CIDADE COMO VOCÊ.

    ResponderExcluir
  9. PÔ, Paulinho, desculpa se te magoei! Eu estava só brincando! Nem acreditei que o Vagner fosse publicar! Mas, por favor me desculpe. Eu realmente sou um mané, mas por favor, levante a cabeça e não se envergonhe de nossa cidade, manés como eu têm em qualquer lugar. Eu só quis ser engraçado e acabei sendo deselegante com você.

    VAGNER, POR FAVOR, PUBLIQUE ESSA!

    ANÔNIMO.

    ResponderExcluir
  10. Anônimo,

    Eu publiquei o seu comentário porque não vi nada demais nele. Eu também interpretei as suas palavras como uma brincadeira. E se você não quisesse que eu o publicasse, penso que não teria se dado ao trabalho de escrevê-lo e enviado ao blog, não é mesmo?

    Agora, eu não ia adivinhar que o Paulinho fosse interpretá-lo de outra forma. Mas você já pediu desculpas. Isso é que é importante.

    ResponderExcluir
  11. Perdão, eu não me expressei corretamente. Sou sim a favor de hotéis, da rodoviária e, mais ainda, de uma estação ferroviária na cidade (com prazo a perder de vista, rs).

    Quando falei sobre os turistas me referindo aos próprios gonçalenses (os 1 milhão de turistas em potencial) é que disse que estes não precisariam desta estrutura de hotel e rodoviária, afinal, já moramos aí! rs

    Ainda acho difícil que uma quantidade significativa tenha vindo à cidade por curiosidade. Acho que foram exceções, mas realmente espero estar errado.

    Eu quero que o turismo se desenvolva bastante na cidade, tenho inclusive algumas ideias sobre isso. Mas que isto aconteça numa ordem cronológica: antes arrumar a casa e fazer com que os próprios moradores gostem de seu lar, para depois sim terem condições de receberem visitas.

    Grande abraço, Vagner!

    ResponderExcluir
  12. Em tempo: dentro do assunto hotel, fiquei sabendo hoje, de forma totalmente inusitada, que estamos prestes a ter um apart hotel (ok, ainda não é um hotel de fato). Fui informado de que já existe até uma placa no terreno.

    Pasme: será na Rua Comte. Ari Parreiras, Porto da Madama (meu vizinho! hehehe), bem ao lado do posto de saúde! A pessoa me disse que o terreno está limpo, que há uma placa informando sobre o futuro apart hotel. A fonte acha que o nome será Dom Quixote. É na rua principal, onde passam todos os ônibus via Paraíso, então não deve ser difícil de confirmar esta informação.

    Na torcida.

    ResponderExcluir